Em conversas com a Fórmula 1, Covas tentou manter GP do Brasil

Como mostramos, a Fórmula 1 cancelou o GP do Brasil e de outros países das Américas, como EUA, México e Canadá, por causa do avanço do novo coronavírus.

“Ao longo dessas últimas semanas, nós enviamos todos os dados à organização do evento, mostrando que a realidade da cidade de São Paulo e do estado é bem diferente da realidade brasileira, que é o que tem nas notícias que chegam aos pilotos e às equipes. A projeção mostra que, em novembro, nós estaremos em uma situação bem melhor do que estavam os países europeus que já tiveram a realização de Grande Prêmio.”

O prefeito de São Paulo também afirmou que tratou da prorrogação do contrato da Fórmula 1 com o governo local.

“Quanto à Fórmula 1, a gente teve uma conversa para a prorrogação do contrato e já determinei o cancelamento da licitação que estava em andamento, no valor de R$ 48 milhões, para reforma da pista.”

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.