Monday, 03 August, 2020

JORNAL TIJUCAS

Economia da Espanha registra queda histórica de 18,5% no 2º trimestre


A economia da Espanha registrou queda histórica de 18,5% no 2º trimestre de 2020. O país foi 1 dos mais afetados pela pandemia causada pelo novo coronavírus e impôs severas restrições à sua população. Os resultados são piores do que a França (queda de 13,8%) e da Alemanha (11,7%).

Os dados divulgados nesta 6ª feira (31.jul.2020) pelo INE (Instituto Nacional de Estatísticas) mostram que essa é a maior contração desde 1970, quando a série começou a ser registrada. Com isso, a Espanha entra tecnicamente em recessão, depois de também ter tido queda no 1º trimestre (5,2%).

Eis os principais resultados divulgados pelo INE, em espanhol (439 kb).

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;}.mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletterÂ
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

Receba a newsletter do Poder360

A agricultura é o único setor econômico que registrou saldo positivo no 2º trimestre. Teve crescimento de 4,4%. Já a indústria teve queda de 18,5%. Os setores mais afetados foram o de serviços (queda de 19,1%) e construção (24,1%). O emprego caiu 17,7%.

A estagnação da economia fez com que as importações registrassem contração de 28,8%. As exportações caíram 33,5%.

Com o isolamento social, o consumo das famílias foi 21,2% menor. A pandemia também causou prejuízos no investimento em habitação e construção, que foi 25% menor que no 1º trimestre, e no investimento em bens de capital, que teve queda de 25,8%.

O INE disse que os resultados divulgados “podem ter uma magnitude maior que o usual“, uma vez que as restrições impostas por conta da pandemia causam “uma dificuldade extraordinária para medir o desempenho econômico recente“.

Continuar lendo

Obter novas postagens por e-mail:

Cadernos

Confira…



Fale conosco
redacao@jornaltijucas.com.br 
+554833330097

 

Leitores On Line

 

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE