“É um departamento de censura terceirizado”

Para a conselheira federal da OAB Sandra Krieger Gonçalves, o projeto de lei das fake news aprovado pelo Senado abre brechas para a censura, vazamento de dados e violação de privacidade.

Em entrevista à Crusoé, Krieger afirmou que a proposta — que ainda precisa passar pelo crivo da Câmara — pode criar uma mordaça nas redes sociais.

“O que o projeto estabelece é que esse controle precisa ser feito pela plataforma (rede social) e, depois, se o conselho entender ele demanda a plataforma. Se a plataforma vai ser responsabilizada por aquele conteúdo que alguém citou, ela vai ter que fazer uma avaliação a cada vez que alguém publica alguma coisa. É um departamento de censura terceirizado para avaliar tudo isso. Quando ele tiver dúvida, vai derrubar a página do indivíduo.”

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line