Do Rock ao Marketing, a trajetória de sucesso da agência pioneira no Marketing Digital


Foi em 1992 que o então estudante de engenharia mecânica da UFPR, Luis Fernando Justus, teve seu primeiro contato com uma nova tecnologia chamada internet. Restrita aos meios acadêmicos, a internet era apenas um repositório de artigos e um meio exótico para se comunicar com pessoas de todo o mundo. Nessa época Justus dividia seu tempo entre a Universidade e uma carreira pouco promissora de baixista de banda de rock. E foi a possibilidade de fazer downloads de partituras das músicas que gostava a primeira utilidade prática que Justus enxergou na então desconhecida internet.

Pontocom
O segundo fato marcante foi descobrir que, com a senha do laboratório de informática da universidade, havia possibilidade de acessar a internet da sua residência. Essa foi a fase zumbi, onde Justus passava a noite navegando na web até perceber que o sol nascia através da janela do seu quarto. Assim passaram alguns meses de euforia pelos conhecimentos acessíveis e as possibilidades que se abriam com aquele novo mundo.
Luis Justus – CEO Pontocom
Pontocom
Paralelo à euforia das descobertas cibernéticas, Justus conciliava suas noites, entendendo e aprendendo sobre a nova tecnologia, com os dias de trabalho no departamento de engenharia em indústrias. O início profissional foi no lado técnico, mas logo ele percebeu que seu DNA de varejo falava mais alto e, assim, ele se direcionou para a área comercial. O pensamento estruturado, herança da engenharia, somado à facilidade em trabalhar em equipe, que veio dos tempos de banda de rock, levaram Justus para área de Marketing.
Em 1997 Justus acompanhou de perto a tentativa do primeiro provedor wireless do Brasil, a Rede Ômega. O projeto não foi exitoso, mas foi o primeiro contato profissional com a internet e, no ano de 1999, Justus decide empreender e monta a Pontocom Agência de Internet, uma das primeiras agências digitais do Brasil. Era o início da internet comercial, acessível para um público extremamente segmentado, jovens nerds com poder aquisitivo.

Pontocom
As revistas de negócios explodiam em artigos que expunham as possibilidades sem fim da world wide web (www). Ninguém entendia direito quais seriam essas possibilidades, e aquilo parecia uma corrida do ouro, com as pessoas sem saber onde bater suas picaretas. Nesse ambiente nascia a Pontocom. “Chegávamos nas empresas oferecendo websites e marketing digital, e ouvíamos que aquilo era coisa do futuro e nos pediam para voltar apenas no futuro”.
“Era como viver num mundo paralelo. Os amigos perguntavam com o que você trabalhava e apesar de todo o esforço para explicar ninguém entendia. Só ficava aquela história que era um mercado promissor.” Relata Luis Justus – CEO da Pontocom.
No início de 2000, a então namorada de Justus, Raquel Clazer, estudante de arquitetura, entra na empresa no primeiro momento para organizar o administrativo e financeiro, que crescia a ritmo acelerado.

Após o período inicial Raquel colaborou nas áreas de gerente de projetos e foi responsável pela implantação estratégica dos produtos e desenvolvimento das lojas e-commerce na agência.
A Pontocom cresceu no ritmo do crescimento da internet. Seus sócios e colaboradores também amadureceram junto com esse novo canal, e foi vivendo nesse ambiente extremamente orgânico que todos aprenderam a aprender, e desaprender com a mesma velocidade, e entenderam que o mundo acelerava em uma nova velocidade exponencial. A frustração do não entendimento por parte de familiares e amigos deu lugar a admiração e a fama de visionários, por perceberem o potencial que não estava visível.
Em 2015, todas as agências de propaganda pivotavam para o mercado digital e nesse ano a Pontocom fortalecia seus serviços no mercado de Propaganda OFFline, com a contratação do talentoso Diretor de Criação Claudio Erwin (Ceará). “Acreditávamos que a energia criativa, capacidade de liderança e o profundo conhecimento nas áreas de varejos e franquias seriam um excelente tempero para o que já oferecíamos.” Comenta Justus.

Ao longo de 21 anos, tendo participado de algumas centenas de projetos complexos para os mais variados segmentos, a Pontocom segue firme no seu caminho de inovação, despindo-se dos preconceitos, conservando a curiosidade e a energia que sempre foram marcas da Agência e da sua equipe. “Durante nossa história nos tornamos uma empresa madura, que acumula cases e conhecimentos, mas jamais perderemos nosso lado nerd, criativo e inovador. Essa é a nossa essência, essa é a nossa cultura.” Dispara Raquel Justus (casada há 18 anos com Luis Fernando).

Com Agências