Delegado da Operação ‘Pasárgada’ é o novo chefe da Polícia Federal em Uberaba


Mário Alexandre Veloso Aguiar assumiu lugar de Marcelo Xavier, que foi transferido para Belo Horizonte. Além da ação que prendeu prefeitos em 2008, Aguiar também atuou em outras operações contra desvio de recursos públicos e crimes financeiros. Delegacia da Polícia Federal em Uberaba
Mariana Dias/G1
O delegado Mário Alexandre Veloso Aguiar, coordenador da Operação “Pasárgada”, que resultou na prisão de vários prefeitos em 2008, é o novo chefe da Delegacia da Polícia Federal (DPF) em Uberaba.
Aguiar assumiu o posto no dia 18 de agosto, no lugar de Marcelo Xavier que, por questões pessoais, pediu exoneração da função de chefia e também solicitou transferência para a sede da Superintendência Estadual da PF em Belo Horizonte.
A designação de Aguiar para a função de chefe da DPF em Uberaba foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) no dia de 17 de julho.
Perfil
Mário Alexandre Veloso Aguiar se formou em Direito em agosto de 1999 pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e ingressou na Polícia Federal em 2003.
Foi chefe da Delegacia de Defesa Institucional (DELINST) na Superintendência do Amazonas e chefe da Delegacia de Repressão à Corrupção e a Crimes Financeiros na Superintendência de Minas Gerais.
Formado no curso de Investigação de Desvio de Recursos Públicos em Obras de Engenharia, realizado pela Academia Nacional de Polícia da PF, é um dos autores do Manual de Investigação de Desvio de Recursos Públicos, editado pela Academia Nacional de Polícia.
Atuou em investigações de grande complexidade e coordenou operações policiais contra organizações criminosas especializadas no desvio de recursos públicos e crimes financeiros, como as operações João-de-Barro, Pasárgada, Cáften, Gizé, Caduceu, Anphíbia, Abside, Capitu e Escobar, dentre outras.
Leitores On Line