Covid-19: Tubarão e Braço do Norte registram mortes, mas casos caem; confira números de Imbituba, Laguna, Garopaba, Paulo Lopes e Imaruí

Um homem de 54 anos, morador de Braço do Norte, e um homem de 77 anos, de Tubarão, morreram, neste domingo (13), vítimas da covid-19 na região. Apesar de mais estas mortes, o índice de recuperados tem subido e a média de casos diários diminuído na Amurel, microrregião que ainda está classificada como de risco gravíssimo para a doença.
Nesta segunda-feira, Imbituba registrou apenas quatro casos da doença. Desde quinta-feira, a Capital Nacional da Baleia Franca teve somente 60 casos do novo coronavírus divulgados, o que representa uma média de 12 casos por dia, sem registros de óbitos há mais de duas semanas.
Garopaba teve sete novos casos positivos para Covid-19 divulgados neste domingo (13). A cidade agora tem 359 confirmados, sendo que 29 deles estão ativos para a doença, três hospitalizados, cinco suspeitos e 111 monitorados. Imaruí tem um total de 168 casos, com 13 casos ativos e três mortes. Paulo Lopes tem 288 casos da ovid-19, com 17 pacientes em tratamento e dois óbitos.
Laguna atualizou os casos positivos para Covid-19, neste domingo, trazendo mais dois novos pacientes. Trata-se de um homem, morador do bairro Portinho e uma mulher de Cabeçuda. Ao todo, são 833 casos confirmados, 10 mortes e 605 pacientes já estão curados. Em Tubarão, agora 95% dos 5.145 moradores que testaram positivo para covid-19 são considerados curados, um total de 4.902 pessoas.
O idoso morto no domingo foi o 76º paciente da Cidade Azul a não resistir às complicações causadas pelo coronavírus. Já o braço-nortense, que não tinha comorbidades e estava internado na UTI do hospital de Laguna desde o último dia 3, representou a 17ª morte no município da Vale.
A quantidade de hospitalizados também se mantém baixa em comparação com algumas semanas atrás, quando os dois hospitais de Tubarão chegaram a ter mais de 80 internados por causa da doença. Nesta segunda-feira (14), são 36 pacientes – 12 na UTI e 24 na enfermaria. Catorze deles são tubaronenses – 6 na UTI e 8 na enfermaria.
Na Amurel, as 167 mortes acumuladas desde o início da pandemia são as seguintes: Tubarão (76), Braço do Norte (17), Capivari de Baixo (11), Laguna (10), Imbituba (10), Gravatal (6), Jaguaruna (6), Armazém (5), São Ludgero (5), Pedras Grandes (4), São Martinho (3), Pescaria Brava (3), Imaruí (3), Rio Fortuna (3), Sangão (2), Grão-Pará (2) e Santa Rosa de Lima (1).

Leitores On Line