Covid-19: Pfizer é autorizada a testar vacina na Alemanha

Teste da vacina da Pfizer contará com 30 mil voluntários entre 18 e 85 anos

Teste da vacina da Pfizer contará com 30 mil voluntários entre 18 e 85 anos
EFE /HOTLI SIMANJUNTAK/Archivo

A companhia farmacêutica alemã BioNTech informou nesta segunda-feira (7) que, junto com a americana Pfizer, foi autorizada a testar também na Alemanha a vacina que desenvolveram contra o novo coronavírus.

De acordo com comunicado, a autorização à vacina BNT162b2 foi dada pelo Paul-Ehrlich-Institut, o órgão regulador local.

A pesquisa na Alemanha é parte de um programa global que a BioNTech e a Pfizer iniciaram em julho, com a participação de 30 mil pessoas, entre 18 e 85 anos, para avaliar a eficácia da vacina.

O estudo global acontecerá em 120 países do mundo, inclusive, naqueles em que se avalia existir uma transmissão “significativa” do novo coronavírus, que provoca a Covid-19.

Caso o teste clínico seja bem-sucedido, as autoridades reguladoras poderiam revisar a BNT162b2 em outubro. Caso seja permitida a aplicação, Pfizer e BioNTech preveem administrar até 100 milhões de doses até o fim deste ano, e 1,3 bilhão até o fim de 2021.

Leitores On Line