Coronavírus: Cufa distribui álcool em gel e máscaras em 88 favelas de Campinas


Central Única das Favelas visa auxiliar os moradores das comunidades na proteção contra a infecção da Covid-19. Coronavírus: CUFA ajuda a reduzir o risco de contaminação em comunidade de Campinas
A Central Única das Favelas (CUFA) distribuiu neste sábado (19) álcool em gel e máscaras de proteção para 88 favelas da cidade de Campinas (SP). O projeto tem o objetivo de auxiliar os moradores das comunidades na proteção contra a infecção da Covid-19.
Segundo dados da central, cerca de 300 mil pessoas vivem em cerca de 99 favelas em Campinas, e dessas, 78% não tem acesso aos itens necessários de higienização contra a disseminação do contágio do novo coronavírus.
Henry Paulino, coordenador da Cufa da região metropolitana de Campinas, relata que muitas famílias não possuem a renda para comprar seus alimentos e, em meio a essa realidade, se torna difícil o uso dos equipamentos nas comunidades.
Eliana recebe álcool em gel através de doações
Reprodução/EPTV
“Você tem que realmente saber a realidade de quem vive na favela. Ele já vive de uma forma invisível para a sociedade. Então ao mesmo tempo que eles sabem da importância do uso de máscara e do próprio álcool em gel, eles têm a dificuldade para comprar o alimento”, explica Henry.
Doações e renda
Eliana Silva Teixeira, ajudante de cozinha, tem 21 anos e mora em uma casa com uma estrutura precária. A ajudante sonha em ter o banheiro de sua residência construído e conta que só recebe os equipamentos de proteção contra a Covid-19 apenas por doações, pois não consegue comprá-los com sua renda.
“É raro a gente ver uma pessoa com máscara. Agente vê mais quando vai no mercado, que o uso é obrigatório, mas na rua não”, diz Eliana.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas