Coronavírus: Alep aprova lei que prevê que testes rápidos de farmácia devem ser feitos por drive-thru


Texto foi aprovado em primeira votação nesta terça-feira (15). Teste rápido
AEN/Divulgação
A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou, nesta terça-feira (15), em primeira votação, uma lei que determina que os testes rápidos de farmácia para Covid-19 devem ser feitos pela modalidade drive-thru.
O texto ainda precisa passar por uma nova votação e ser sancionado para entrar em vigor.
CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
PANDEMIA EM NÚMEROS: Confira o mapa com os dados por cidade
A medida prevê que os testes sejam aplicados sempre na área externa das farmácias, e que os técnicos se dirijam até o carro dos clientes para tirar as amostras.
A proposta também determina que as pessoas testadas sejam informadas sobre as medidas a serem tomadas caso o resultado seja positivo.
Os profissionais também ficam obrigados a alertar que o resultado negativo “não deve ser usado como evidência absoluta” sobre a infecção, segundo o texto.
Antes de ser votada, a proposta recebeu parecer positivo na Comissão de Saúde da casa.
Segundo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) publicado na segunda-feira (14), o estado tem 153.176 diagnósticos e 3.813 óbitos provocados pela doença.
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Leitores On Line