Conselhos de classe online aprimoram ensino a distncia

Conselhos de classe on-line s
Das 2,1 mil escolas estaduais do Paraná, 90% já realizaram seus conselhos de classe para fechamento do trimestre. Por causa da pandemia, as reuniões aconteceram de forma online, via Meet ou de outras ferramentas virtuais.

Os conselhos de classe acorrem normalmente ao final de cada trimestre e têm o objetivo de possibilitar aos professores e às equipes pedagógicas conversas sobre o desempenho de suas turmas, discutir práticas pedagógicas e novas metodologias a serem aplicadas em suas salas.

O diretor de Educação Roni Miranda Vieira pontua que esses conselhos de classe são fundamentais para os professores prosseguirem com as aulas nos trimestres seguintes. “O conselho de classe é importante porque ele define as ações que a escola vai trabalhar com o aprendizado dos alunos”, explica.

Vieira também comemora o fato de todos os professores estarem participando dos conselhos de classe on-line. Para ele, isso mostra que, mesmo em casa, os profissionais estão empenhados no aprendizado de qualidade dos alunos. “Os professores se adaptaram às ferramentas virtuais e ao Aula Paraná. O conselho de classe feito de forma totalmente virtual por eles é um reflexo disso”, conta.

No Núcleo Regional de Educação de Umuarama as equipes pedagógicas finalizaram seus conselhos de classe já na segunda semana de junho. De forma on-line, os professores puderam fazer um balanço do aprendizado dos alunos no Aula Paraná, sistema de ensino a distância implantado pelo Governo do Estado durante a pandemia. “Achei prático e funcional. A reunião via Meet facilitou a participação de todos os professores”, conta a professora de Arte Jaqueline Palhares, do Colégio Estadual Jabuticabeira, de Umuarama.

ADESÃO DOS ALUNOS – Um dos assuntos debatidos foi a necessidade de continuar reforçando aos alunos a importância da presença diária no Classroom. A professora Maria Irenilda, do Colégio Estadual Reinaldo Sass, em Francisco Beltrão, confirma: “Sou professora de Matemática e nos Meets que participamos o principal assunto foi a nossa adaptação às ferramentas virtuais e a adesão dos alunos”, pontua.

De acordo com uma pesquisa do Instituto Datafolha, o Aula Paraná chega quase à totalidade dos alunos e professores da rede estadual, superando a marca de 90%. Os conselhos de classe abordaram também esse tema e discutiram novas estratégias para que a adesão seja expandida.

O professor Daniel Reginato, do Colégio Estadual São Cristóvão, de Manfrinópolis, Oeste do Estado, enfatiza que os Meets facilitaram as reuniões neste momento de pandemia. “Nosso conselho de classe foi realizado via Meet e foi extremamente positivo para professores, equipe pedagógica e diretores. E atendeu todas às necessidades que nós tínhamos”.

Ele também afirma que, após as reuniões virtuais, os professores puderam identificar onde estão acertando e quais pontos de suas aulas on-line precisam de ajustes para melhoria do desempenho. “Após as reuniões, temos novas estratégias para atuar com os alunos enquanto durar a pandemia”, destaca Reginato.

O diretor de Educação da secretaria, Roni Miranda Vieira, explica que esses encontros são necessários, pois os professores podem trocar experiências e identificar o que pode ser melhorado. “Neste momento de pandemia, o conselho de classe se mostrou muito necessário, pois avaliamos o desempenho dos alunos com as aulas remotas”, conclui.

COM AGÊNCIAS