Conheça Abel, ex-Braga, técnico do PAOK, que eliminou Jorge Jesus da Champions League

Os holofotes estavam voltados para o Benfica. O clube português não economizou para a temporada 2020/2021, a ponto de voltar a sonhar com uma campanha de destaque na Liga dos Campeões. O principal investimento foi a contratação de Jorge Jesus, técnico que retornou ao seu país de origem com o currículo turbinado pelas conquistas do Brasileiro e da Libertadores pelo Flamengo. Mas todos estes planos esbarraram em outro treinador lusitano: Abel Ferreira.

O técnico do PAOK, que eliminou o Benfica ainda na fase preliminar da Liga dos Campeões, está longe de contar com a mesma badalação de Jorge Jesus. Aos 41 anos, ainda dá os primeiros passos na carreira fora. Mas já dá sinais de que pode se consolidar na profissão.

Apesar da pouca idade para o posto que ocupa e da pouca rodagem, Abel Ferreira já foi manchete nos jornais portugueses ao ser contratado, em 2019, pelo PAOK. Para tirá-lo do Braga, seu ex-clube, os gregos pagaram a multa rescisória de 2,5 milhões de euros. Foi a quarta transferência mais cara da história envolvendo um treinador nascido no país.

Abel Ferreira estava no Braga desde 2015. Iniciou sua passagem pelo clube à frente da equipe B. Dois anos depois, assumiu o time principal. Na primeira temporada (2017/18), terminou em quarto no Campeonato Português. A equipe manteve a regularidade e repetiu a colocação na edição seguinte (2018/19). Ele se despediu com o melhor aproveitamento de um técnico na história do clube: 64%.

No primeiro ano de PAOK, manteve os bons resultados. O clube foi vice-campeão grego, o que lhe deu a vaga na fase preliminar da Liga dos Campeões, de onde saiu-se vencedor no duelo particular com Jorge Jesus.

Leitores On Line