Confiança e Avaí empatam em Aracaju em jogo atrasado da Série B

Em jogo com arbitragem polêmica, Confiança e Avaí ficaram no empate por 2 a 2 na noite desta terça-feira, na Arena Batistão, em jogo atrasado ainda da terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado não agradou nenhuma das equipes, que seguem mais próximas do rebaixamento do que da briga pelo acesso.

O resultado não agradou nenhuma das equipes, que seguem mais próximas do rebaixamento do que da briga pelo acesso – Foto: Emanuel Rocha/Futura Press/Estadão

Com o resultado, o Avaí ficou na 11ª posição, com dez pontos, dois a mais do que o Confiança, o primeiro fora da zona de rebaixamento. Quem abre a zona da degola é o Figueirense, com seis.

O Confiança enfrentou o Avaí reforçado de sete jogadores, todos recuperados de covid-19, além do próprio técnico Matheus Costa, que chegou a ser internado. Em campo, no entanto, o Avaí foi superior no primeiro tempo e abriu o placar logo aos 11 minutos. Após cobrança de escanteio de Pedro Costa, Rildo desviou de cabeça para o fundo das redes.

O Confiança cresceu após o gol e viu Lucas Frigeri fazer grande defesa na tentativa de Reis. O goleiro voltou a brilhar, na sequência, em arremate de Ari Moura. Com dificuldade de fazer a infiltração, o clube sergipano apostou nas bolas paradas e nos chutes de longa distância, mas sem sucesso.

O Avaí, por outro lado, ainda teve um gol mal anulado pela arbitragem. Kelvin fez boa jogada e achou Pedro Costa entre os marcadores do rival. O meia mandou para o gol, mas o árbitro assinalou impedimento e anulou o lance.

O panorama do jogo mudou drasticamente no segundo tempo. O Confiança começou em cima e precisou de apenas dois minutos para deixar tudo igual. Reis mandou para dentro da área, a bola bateu em Rafael Pereira, que acabou marcando contra. Aos cinco, veio a virada. Ítalo tabelou com André Moritz e tocou na saída de Frigeri.

Atrás do placar, o Avaí foi com tudo para o abafa. Rildo chegou a marcar, mas novamente foi assinalado posição irregular, desta vez, corretamente. O clube catarinense fez uma blitz em cima da defesa do Confiança, que se fechou como pôde para tentar segurar os avanços do rival, e reclamou muito de uma falta dentro da área de Thiago Ennes em Rildo.

O time sergipano suportou a pressão até os 35 minutos, quando Kelvin fez o passe e a bola bateu na mão de Matheus Mancini: pênalti. Gastón Rodriguez cobrou e Rafael Santos defendeu. Na sobra, Valdívia, que havia invadido a área antes da cobrança, jogou no fundo das redes. O Confiança ainda perdeu Nirley, expulso, na sequência, mas conseguiu segurar o empate.

Na décima rodada, o Confiança enfrenta o Guarani na sexta-feira, às 19h15, na Arena Batistão, em Aracaju (SE). No domingo, o Avaí recebe o Sampaio Corrêa, às 11h, na Ressacada, em Florianópolis (SC).

Ficha Técnica:

Confiança 2 x 2 Avaí

Confiança – Rafael Santos; Thiago Ennes, Nirley, Matheus Mancini e Djalma Silva; Amaral, Jeferson Lima (Alyson) e Ítalo (Marcelinho); Ari Moura (Madison), Bruno Paraíba (André Moritz) e Reis (Leandro Kível). Técnico: Matheus Costa.

Avaí – Lucas Frigeri; Felipe Santos, Rafael Pereira, Victor Sallinas (Valdívia) e Capa; Ralf, Jean (Adryan) e Pedro Castro; Rildo (Vinícius Jaú), Daniel Amorim (Gastón Rodriguez) e Kelvin. Técnico: Geninho.

Gols – Rildo, aos 11 minutos do primeiro tempo. Rafael Pereira (contra), aos 2, Ítalo, aos 5, e Valdívia, aos 35 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – Bruno Paraíba, Ítalo, Matheus Mancini, Reis e Thiago Ennes (Confiança); Jean, Kelvin e Rildo (Avaí).

Cartão vermelho – Nirley (Confiança).

Árbitro – Lucas Canetto Bellote (SP).

Renda e público – Jogo sem torcida.

Local – Arena Batistão, em Aracaju (SE).

Leitores On Line