Como e por que Steve Nash agora é técnico na NBA


Lake Buena Vista (Flórida)
|

The New York Times

O Brooklyn Nets tomou uma decisão surpreendente nesta quinta-feira (3) quanto ao comando de sua equipe, contratando para o posto Steve Nash, ex-armador que é parte do Hall da Fama do basquete e ganhou duas vezes o prêmio de MVP (melhor jogador) da NBA, apesar de sua falta de experiência como treinador.

Nash substituirá Jacque Vaughn, que continuará na comissão técnica como assistente. Dirigentes do Nets, sob o comando do diretor-geral de operações Sean Marks, decidiram fazer uma aposta dispendiosa em Nash em lugar de manter Vaughn ou contratar um substituto mais experiente, acreditando no talento natural de Nash como treinador e que ele se beneficiará de seu relacionamento pessoal com o ala Kevin Durant, um dos astros do time.

O nome de Nash não havia sido mencionado anteriormente para o posto, e Vaughn, de acordo com uma reportagem publicada no site de notícias esportivas The Athletic, foi o único outro candidato que se sabe ter sido entrevistado formalmente para a vaga.

Vaughn vem treinando os Nets interinamente desde 7 de março, quando o time, a caminho de uma vaga nos playoffs, anunciou abruptamente a saída de Kenny Atkinson, por acordo entre as duas partes.

A despeito da ausência da maior parte dos jogadores de linha de frente da equipe, exceto Caris LeVert e Joe Harris, Vaughn comandou os Nets em cinco vitórias e três derrotas nas partidas classificatórias para os playoffs realizadas depois que a NBA retomou sua temporada.

O time em seguida foi eliminado por quatro a zero pelo Toronto Raptors, atual campeão da NBA, na primeira fase dos playoffs, mas surpreendeu muita gente com uma vitória sobre o Milwaukee Bucks e uma derrota por apenas um ponto diante dos Trail Blazers que quase impediu que a equipe de Portland garantisse sua vaga nos playoffs.

Vaughn se tornou o quarto treinador —e o terceiro treinador negro, em companhia de Alvin Gentry, do New Orleans Pelicans, e de Nat McMillan, do Indiana Pacers— a perder o emprego depois que seu time foi eliminado, na bolha da NBA no Disney World.

O Philadelphia 76ers também demitiu o treinador Brett Brown depois que o time foi eliminado por quatro partidas a zero contra o Boston Celtics na primeira fase dos playoffs.

Os Nets haviam afirmado desde março que Vaughn seria considerado seriamente para o posto de treinador. Também havia a expectativa de que o time tentasse a contratação de Tyronn Lue, treinador assistente do Los Angeles Clippers e um profissional muito cotado para posições como treinador principal, entre outros candidatos experientes.

Lue foi treinador do armador Kyrie Irving, um dos astros dos Nets, quando o Cleveland Cavaliers conquistou o título da NBA em 2016.

Mas Marks tinha Nash em mente, nos bastidores, já há algum tempo, de acordo com três pessoas informadas sobre o processo de contratação do treinador que não estavam autorizadas a discutir o assunto publicamente.

O interesse de Marks derivava em parte do forte elo entre Nash e Durant, desenvolvido durante as três temporadas de Durant no Golden State Warriors, em um período no qual Nash era consultor do time em tempo parcial para ajudar no desenvolvimento de jogadores.

https://venha.leraqui.net/wp-content/uploads/2020/09/steve20nash20de20camisa20polo20c3a020frente20de20um20fundo20escuro.html
https://venha.leraqui.net/wp-content/uploads/2020/09/steve20nash20de20camisa20polo20c3a020frente20de20um20fundo20escuro.html
Steve Nash é o novo treinador do Brooklyn Nets
Justin Sullivan – 12.set.18/AFP

O desafio mais imediato para Nash será estabelecer um relacionamento semelhante com Irving, que jogou apenas 20 partidas em uma temporada de estreia no Brooklyn Nets marcada por lesões. Durant ficou de fora de toda a temporada, se recuperando de uma ruptura do tendão de Aquiles direito que ele sofreu nas finais da NBA em 2019.

“Ele continua a ser uma voz muito forte em termo da direção que tomaremos no futuro e o que estaremos fazendo, e eu o envolverei, como aos outros jogadores e a equipe técnica, e continuaremos a levantar esse time e a progredir”, disse Marks sobre Durant no começo de julho.

Nash, 46, chegou a Brooklyn no começo desta semana, de acordo com as fontes. Oito vezes selecionado para o All Star Game e líder de assistências na NBA por cinco temporadas, Nash havia resistido a todos os convites anteriores para se tornar parte de uma comissão técnica da NBA em período integral, mesmo como assistente, depois de encerrar sua carreira ao final da temporada 2013-2014, afirmando repetidamente que pretendia suspender suas aspirações a uma carreira como treinador ou dirigente de basquete até que seus cinco filhos estivessem mais velhos.

Depois de aposentado, Nash trabalhou com a seleção principal de basquete masculino do Canadá, seu país de origem, tanto como diretor-geral do programa quanto como consultor, e também manteve presença significativa no futebol, como proprietário de um time e comentarista.

Nas duas últimas temporadas, Nash foi parte da cobertura da Champions League pela Turner Sports. Os diversos trabalhos relacionados ao futebol permitiram que ele ficasse em casa com seus filhos na região de Los Angeles.

Tradução de Paulo Migliacci



Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Com Agências

Leitores On Line