Comércio de SP na fase laranja terá opção de abrir por 4 dias úteis

O governo de São Paulo vai dar opção para que os estabelecimentos comerciais previstos a reabrir na fase 2-laranja do Plano São Paulo possam funcionar por quatro dias úteis, por seis horas contínuas.

A opção que foi enviada como sugestão de prefeitos paulistas, foi aceita pelo Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo e será agora publicada em Diário Oficial. Com isso, a partir da semana que vem, os estabelecimentos comerciais de municípios que estiveram na fase laranja do Plano São Paulo terão a opção de abrir todos os dias da semana, por quatro horas diárias; ou então, por quatro dias úteis, mas por seis horas diárias.

A fase laranja prevê a reabertura de shoppings, concessionárias, comércio de rua e escritórios, mas até então estes setores só poderiam funcionar por quatro horas ao dia, todos os dias da semana, com capacidade limitada a 20%.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Patricia Ellen, essa nova opção irá viabilizar “um melhor planejamento do comércio e também garantir a segurança pelo aspecto de saúde”.

“Esse foi o ponto aprovado e autorizado, que será incluído e será objeto do decreto que será publicado nos próximos dias para funcionamento, a partir da semana que vem, na fase laranja”, disse ela.

O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) a etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul). O Plano São Paulo também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões e cada uma delas é classificada em uma fase.

Teatros, cinemas e academias de ginástica

O governador de São Paulo, João Doria, vai anunciar amanhã (3) os protocolos exigidos para a reabertura de salões de beleza, academias, teatros, cinemas e salas de espetáculos. A informação foi dada hoje (2) pelo secretário de Desenvolvimento Regional do estado, Marco Vinholi.

Na próxima terça-feira (7), segundo o secretário, o governador deve anunciar os protocolos no estado para reabertura de parques e eventos.

Itaquaquecetuba

Após piora de indicadores relacionados ao controle da pandemia do novo coronavírus, o Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo recomendou que a cidade de Itaquaquecetuba retorne à fase vermelha, de fechamento do comércio e manutenção da quarentena. A cidade de Itaquaquecetuba está incluída no grupo leste da região metropolitana de São Paulo, que está atualmente na fase laranja do Plano São Paulo.

“A situação específica do município de Itaquaquecetuba: o Centro de Contingência avaliou os indicadores utilizados pelo Plano São Paulo nesse município, que mostra uma taxa de ocupação de leitos de UTIs muito alta, acima de 80%, e taxas de aumento de novas internações muito elevadas. De forma que o Centro de Contingência recomenda que esse município passe para a fase vermelha”, disse Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo.

COM AGÊNCIAS