Com registro de transmissão comunitária, comunidade de Garopaba precisa seguir à risca medidas de prevenção ao Coronavírus

Cidade tem 25 pacientes com Covid-19, dois em estado delicado, com internação em UTI e outras 33 pessoas aguardando resultado dos testes. Imbituba tem três pacientes na mesma situação.


Com registro de transmissão comunitária, comunidade de Garopaba precisa seguir à risca medidas de prevenção ao Coronavírus

(Foto: Divulgação/Internet)

Garopaba alcançou nesta quarta-feira (15) o número de 73 pacientes positivados com a Covid-19. Destes, 25 estão ativos, ou seja, apresentam sintomas e devem permanecer em isolamento domiciliar. Entre estes ativos ainda têm dois pacientes que tiveram agravo nos sintomas e precisaram ser internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). 47 pacientes que testaram positivo já estão recuperados. Os dados foram divulgados ontem pela Secretaria de Saúde do município.

A cidade possui ainda outros 172 pacientes que estão com sintomas e são monitorados. Outras 33 pessoas tiveram coleta PCR realizada e aguardam o resultado. Três pacientes são do Centro, cinco do Ambrósio, dois do Pinguirito, três do Macacu, cinco da Costa do Macacu, um de Areias de Macacu, dois do Campo D’una, dois de Areias de Palhocinha, três da Ressacada, e um do bairro Grama.

O aumento no número de casos e de suspeitos acende sinal de alerta com relação, principalmente, aos positivados que podem ter quadro agravados e, por necessidade, precisem de internação em UTIs. Os leitos em muitos hospitais estão esgotados e em outros restam poucas vagas.

O governo do Estado voltou a informar na última terça-feira que todo o Litoral do Estado é considerado área de grande risco de contaminação, em alerta especial ao Litoral Sul, com vem registrando cada vez mais casos.

Precaução

A população precisa fazer a sua parte e não relaxar. É preciso continuar usando máscaras, lavar as mãos, sempre que possível com sabonete ou detergente. Sair de casa somente se preciso. Evitar aglomero, festas, churrascos, confraternizações, mesmo que em família. E, caso apresente qualquer sintoma, parecido com sintomas gripais, entre em contato com a Central de Atendimento da Saúde 3254 8260.

Medidas

Por enquanto, o município, após informar que registramos a primeira transmissão comunitária, não apresentou nenhuma nova medida restritiva. A secretária Luciana de Abreu Correa disse, em “live” nesta quarta, que estudam algumas medidas mas não disse quais. É importante ressaltar que em cidades como Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu, o acesso a supermercados é permitido por apenas uma pessoa da mesma família. Uma medida importante e que poderia ser adotada por aqui, já que estes estabelecimentos estão registrando grande número de pessoas, desde o início da pandemia.

Imbituba

A cidade vizinha de Imbituba já totaliza 545 casos positivos com 421 já recuperados. 124 pacientes estão em tratamento, três em UTI. A cidade portuária, pertencente a região da Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel), estuda se vai ou não acatar o “lockdown”, que é o fechamento total de todas as atividades econômicas, permitindo apenas as essenciais, proposto pelo Comitê Extraordinário Regional, em razão da superlotação dos leitos de UTI no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), de Tubarão, unidade hospitalar referência na região.

Com Agências