Com 17 casos neste ano, Campinas intensifica campanha de vacinação contra o sarampo


Centros de Saúde do município participam da ação até o dia 31 de agosto. Objetivo é imunizar crianças e adultos de até 49 anos que estão com cadernetas desatualizadas. Com 17 casos confirmados, Campinas intensifica campanha de vacinação contra o sarampo

Os Centros de Saúde (CS) de Campinas (SP) aderem, até o dia 31 de agosto, à campanha de intensificação da vacinação contra o sarampo do Ministério da Saúde. De acordo com a prefeitura, a cidade já registrou 17 casos confirmados da doença neste ano.
A iniciativa tem como objetivo imunizar crianças e adultos de até 49 anos que estão com as cadernetas desatualizadas. A primeira fase da campanha de vacinação, que teve início em 10 de fevereiro, tinha como público-alvo crianças a partir de 5 anos e jovens até 19 anos.
Confira os endereços e os horários de funcionamento dos CSs em Campinas
Somente no estado de São Paulo, foram contabilizadas 711 confirmações e o óbito de uma criança pela doença em 2020. Em 2019, o estado foi o epicentro de um novo surto de sarampo no Brasil, com mais de 17 mil casos confirmados e 14 mortes. Óbitos pela doença não eram registrados em São Paulo desde 1997.
Quem deve se vacinar?
Segundo a administração do município, crianças a partir dos seis meses de idade devem tomar a dose zero. Em seguida, aos 12 meses, é necessária uma nova dose, que protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola. Já aos 15 meses, a criança deve tomar a vacina tetra viral.
Os adultos até 29 anos devem ter duas doses da vacina registradas na caderneta. Pessoas até 49 anos precisam ter tomado uma dose, ao menos. Mesmo com a pandemia da Covid-19, a prefeitura reforça a importância da imunização.
“Seguindo todas as recomendações de prevenção à Covid-19, é muito importante que as pessoas compareçam às unidades de saúde para atualização da carteira vacinal. As vacinas são a melhor forma de prevenção contra diversas doenças, inclusive o sarampo”, diz, em nota.
Sarampo

Com Agências