Colégio Militar do Paraná retoma aulas presenciais a partir de segunda-feira (21), diz comunicado


Retomada segue uma ordem do Ministério da Defesa e vai acontecer de forma escalonada. Secretaria de Educação afirmou que escolas estaduais, municipais e particulares do Paraná não têm data de retorno definida. Retorno das aulas presenciais escalonadas estão previstas para segunda-feira (21), no Colégio Militar de Curitiba
Reprodução/RPC
O Colégio Militar de Curitiba (CMC) informou que vai retomar as aulas presenciais na segunda-feira (21). O retorno foi informado em um comunicado a professores e alunos, publicado na terça-feira (15).
A volta às atividades segue uma ordem da Diretoria de Educação Preparatória e Assistencial (Depa) do Ministério da Defesa aos colégios militares de todo o país.
O retorno no CMC deve acontecer de forma escalonada. Segundo a programação, os alunos do ensino médio terão aulas presenciais três dias por semana e os estudantes do ensino fundamental devem ir à escola duas vezes por semana.
CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
PANDEMIA EM NÚMEROS: Confira o mapa com os dados por cidade
As aulas presenciais no colégio estão suspensas desde março por causa da pandemia do novo coronavírus.
Um decreto estadual suspendeu as aulas presenciais no Paraná em março. De acordo com a medida em vigor, não há data para retorno das atividades presenciais.
A Secretaria Estadual da Educação (Seed) informou que o decreto abrange as redes municipais, estaduais e privadas, o que não engloba os colégios militares.
A Seed afirma que o retorno nas escolas do estado deve acontecer quando os órgãos de saúde definirem que a volta às atividades é segura.
A Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) informou que, no momento, os indicadores não dão condições para um retorno seguro às atividades.
Protocolo de retorno
Segundo o comunicado do Colégio Militar, o retorno vai seguir um protocolo de segurança sanitária.
Entre as medidas estão o uso de álcool gel, máscaras e o acesso exclusivo à escola pelo portão principal de acesso, sem catracas.
Os alunos passarão por uma triagem, com medição de temperatura e avaliação de sintomas. Aqueles que apresentarem algum sintoma da doença, não devem ir à escola.
De acordo com o Colégio, será proibido o contato entre alunos e professores.
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Leitores On Line