COI lamenta execução de lutador no Irã: ‘Profundamente perturbador’

<div class=”media_box full-dimensions660x360″>

<div class=”edges”>
<img class=”croppable” src=”https://img.r7.com/images/navid-afkari-12092020144303490?dimensions=660×360″ title=”Atleta de 27 anos foi executado por enforcamento” alt=”Atleta de 27 anos foi executado por enforcamento” />
<div class=”gallery_link”>
</div>

</div>
<div class=”content_image”>
<span class=”legend_box “>Atleta de 27 anos foi executado por enforcamento</span>
<span class=”credit_box “>EFE</span>
</div>
</div>

<p>
O Comitê Olímpico Internacional (COI) lamentou neste sábado (12) a execução por enforcamento do lutador Navid Afkari, condenado por assassinato, na prisão Adel Abad, em Shiraz, no sul do Irã.</p>

<div class=”related_content”>
<h6>Veja também</h6>
<ul>
<li><a href=”http://esportes.r7.com/neymar-assina-contrato-com-a-marca-puma-apos-15-anos-de-nike-12092020″>Neymar assina contrato com a marca Puma após 15 anos de Nike</a></li>
<li><a href=”http://esportes.r7.com/prisma/cosme-rimoli/timao-entre-a-experiencia-de-felipao-e-a-juventude-de-sylvinho-12092020″>Timão. Entre a experiência de Felipão e a juventude de Sylvinho</a></li>
<li><a href=”http://esportes.r7.com/prisma/cosme-rimoli/desolado-imperio-globo-ve-libertadores-ir-tambem-para-a-cnn-12092020″>Desolado,império Globo vê Libertadores ir também para a CNN</a></li>
</ul>
</div>

<p>
“É uma notícia muito triste. O COI está impactado por esse anúncio de hoje”, afirmou a entidade poliesportiva em comunicado.</p>
<p>
No texto, o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, garantiu ter feito pedidos pessoais e diretos ao líder supremo e ao presidente do Irã ao longo da semana, pedindo “misericórdia a Afkari”, que tinha 27 anos.</p>
<p>
O lutador foi detido em agosto de 2018, junto com seus dois irmãos, durante protestos na cidade de Shiraz, contra a má situação econômica do Irã, e foram reprimidos pelas autoridades.</p>
<p>
Em vídeo exibido na semana passada pela emissora de televisão pública do Irã, o lutador confessou ter esfaqueado várias vezes Hassan Turkman, um homem que atuava como segurança de uma companhia local de água.</p>
<p>
Nos últimos dias, a organização humanitária Human Rights Watch, o próprio Comitê Olímpico Internacional e até a Fifa se manifestaram para defender que o lutador não fosse executado, após denúncias de que ele teria sido torturado e confessado o crime de maneira forçada.</p>
<p>
“É profundamente perturbador que as súplicas dos atletas de todo mundo e todo o trabalho de bastidores do COI, junto com o Comitê Olímpico Nacional do Irã, a Federação Mundial de Lutas e a Federação Nacional de Luta Livre do Irã não tenha alcançado nosso objetivo”, diz o comunicado da entidade internacional.</p>
<p>
“Nossos pensamentos estão com a família e os amigos de Navid Afkari”, completa o texto.</p>
<p>
<strong>Até boate? Mansão de R$ 28 mi virou o ‘parque de diversões’ de Neymar</strong></p>

<iframe frameborder=”0″ id=”iframe-gallery” src=”/embeds/gallery/5e8260fb19d224de3c00094a” style=” width: 790px; overflow: hidden; height: 750px;”></iframe>

Leitores On Line