Cinema drive-in promove reestreia após ter telão derrubado por ciclone em Lençóis Paulista


Empreendimento aberto há cerca de um mês como opção de lazer durante a pandemia precisou ser fechado após temporal do último dia 27 de junho. Reestreia será nesta sexta (10), com duas sessões. A empresária Carla Guezi diante da tela de 17m de comprimento que precisou ser reconstruída após temporal: reestreia

O cinema drive-in de Lençóis Paulista (SP) fará nesta sexta-feira (10) à noite, com a exibição de dois filmes em sequência, a sua segunda estreia em pouco mais de um mês de existência.
Lançado no último dia 5 de junho como opção de lazer diante das restrições impostas pela pandemia de coronavírus, o empreendimento precisou fechar as portas após ter seu principal atrativo, uma tela de 17m x 7m, arrancada pela força dos ventos de um temporal com ciclone que passou na região no último dia 27 de junho.
Para a empresária Carla Guezi, a aventura de fazer renascer no interior paulista uma tradição que teve seu auge nos anos 60, mas que vem ganhando força no Brasil nos últimos meses como opção de entretenimento em tempos de quarentena e isolamento social, ganhou um roteiro de thriller de suspense.
Telão de 17 metros de comprimento foi derrubado com a força dos ventos de temporal do último dia 27 de junho
Divulgação
No momento em que tentava ganhar adeptos a uma nova forma de ver cinema longe das salas tradicionais, que devem permanecer fechadas por um bom tempo, a empresária precisou reformar o local e reconstruir o telão e outros setores afetados pelo temporal.
Acompanhe ao VIVO as últimas notícias sobre o coronavírus na região.
Para a reestreia, estão programados dois filmes para espectadores de todas as idades: a animação infantil “Abominável”, de 2019, e a aventura “Bloodshot”, filme de super-herói lançado este ano e baseado em personagem de quadrinhos.
O preço também será promocional, menor que o da primeira estreia, e com a manutenção da campanha solidária que pede um litro de leite ou um quilo de alimento não-perecível junto com o ingresso para ser doado a entidades assistenciais da cidade.
10 anos sem cinema na cidade
A pandemia fez com que a empresária Carla Guezi, de 34 anos, buscasse na modalidade drive-in uma opção para manter o cinema vivo na cidade de cerca de 70 mil habitantes.
Carla conta que, após 10 anos sem cinema em Lençóis Paulista, ela abriu duas salas em janeiro deste ano, com capacidade para 100 e 200 pessoas. A animação em ver sessões lotadas por moradores que não estavam acostumados com a novidade, porém, durou muito pouco.
Inaugurado em 9 de janeiro, o cinema precisou ter as portas fechadas no dia 17 de março, por imposição das restrições do isolamento social exigido pela pandemia de coronavírus. A empresária precisou demitir os nove funcionários que tinha e viu as contas se acumularem.
Para não deixar morrer o sonho da sétima arte – e também para pagar os boletos do investimento –, a empresária solicitou à Ancine (Agência Nacional de Cinema) o registro de uma terceira sala, mas na modalidade drive-in. Depois, procurou um terreno nos arredores da cidade e tratou de adaptar a estrutura que já possuía nas salas tradicionais para a versão ao ar livre.
Carla Guezi adaptou o projetor usada nas salas que foram fechadas e transformou baú de caminhão em sala de projeção
Arquivo pessoal
O projetor é o mesmo, mas agora está instalado no baú de um caminhão que se transformou na sala de projeção. Nos fundos de um terreno de quase 5 mil metros quadrados, próximo ao trevo da Rodovia Marechal Rondon, foi instalada uma tela de 17 metros de comprimento por sete metros de altura.
O local é dotado de banheiros e haverá também estrutura de bar e bomboniere para venda de doces, refrigerantes e – claro – pipoca. Os atendentes devem ser chamados com algum sinal de luz do carro. O som dos filmes será transmitido através de uma frequência em FM e poderá ser ouvido no rádio dos carros.
Segundo a empresária, o cinema drive-in de Lençóis Paulista é o único do tipo no centro-oeste paulista. À época de sua primeira abertura, no início de junho, a Ancine informou que antes do início da pandemia havia no país o registro de apenas um cine do tipo, em Brasília (DF).
Com o início do isolamento social e da quarentena, até o início de junho, a Ancine informou quatro cinemas drive-in registrados, dois no estado de São Paulo (Lençóis Paulista e Praia Grande) e dois no Paraná (Campo Mourão e Fazenda Rio Grande). Havia, no entanto, vários pedidos de registros em andamento.
Serviço
Cine Drive-In em Lençóis Paulista
Onde: Rodovia Osni Matheus (estrada Lençóis-Macatuba), km 116 – próximo ao aeroporto.
Quanto: R$ 20 por carro + 1 litro de leite ou 1 kg de alimento não-perecível, que serão doados a entidades
Programação:
– Sexta (10): 19h, Abominável; 21h15, Bloodshot
– Sábado (11): 19h, Abominável; 21h15, Bloodshot
– Domingo (12): 19h, Abominável; 21h15, Bloodshot
*Programação pode ser consultada na página do cinema no Facebook.
Praia Grande, no litoral paulista, é uma das cidades no país a contar com cinema drive-in: tendência de crescimento

COM AGÊNCIAS