Cientistas identificam gás que indica possibilidade de vida em Vênus

<div class=”media_box full-dimensions660x360″>

<div class=”edges”>
<img class=”croppable” src=”https://img.r7.com/images/venus-fosfato-14092020131542842?dimensions=660×360″ title=”Gás é altamente tóxico e fonte dele no planeta ainda não foi descoberta” alt=”Gás é altamente tóxico e fonte dele no planeta ainda não foi descoberta” />
<div class=”gallery_link”>
</div>

</div>
<div class=”content_image”>
<span class=”legend_box “>Gás é altamente tóxico e fonte dele no planeta ainda não foi descoberta</span>
<span class=”credit_box “>NASA/JPL-Caltech/Handout</span>
</div>
</div>

<p>
Cientistas dos Estados Unidos, Reino Unido e Japão anunciaram nesta segunda-feira (14), a descoberta da presença do gás de fosfina na atmosfera de Vênus, o planeta mais próximo da Terra. A presença desse composto é considerada um indício de que possa existir vida naquele local, mas os pesquisadores apontam a necessidade de estudos mais aprofundados.</p>
<p>
A fosfina é um gás altamente tóxico, composto por hidreto de fósforo e raro de ser encontrado em seu estado natural na Terra, sendo utilizado principalmente em inseticidas. A fonte da substância em Vênus ainda não foi descoberta, mesmo após análises exaustivas na atmosfera, após investigação de nuvens, superfície e subsuperfície do planeta ou pelo estudo de possíveis transferências por vulcões, relâmpagos e meteoros.</p>

<div class=”related_content”>
<h6>Veja também</h6>
<ul>
<li><a href=”http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/nasa-investiga-anomalia-no-campo-magnetico-da-terra-que-pode-provocar-caos-nas-comunicacoes-20082020″>Nasa investiga anomalia no campo magnético da Terra, que pode provocar caos nas comunicações</a></li>
<li><a href=”http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/os-problemas-de-saude-que-astronautas-enfrentam-no-espaco-07092020″>Os problemas de saúde que astronautas enfrentam no espaço</a></li>
<li><a href=”http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/vales-marcianos-podem-ter-sido-formados-pelo-derretimento-de-gelo-07082020″>Vales marcianos podem ter sido formados pelo derretimento de gelo</a></li>
</ul>
</div>

<p>
Apesar de letal, a fosfina foi encontrada em uma quantidade impossível de ser criada por processos abióticos, indicando que sua presença no planeta pode estar ligada a organismos vivos.</p>
<p>
Além das nuvens de ácido sulfúrico e uma temperatura tão alta que beira os 462,2ºC, o planeta tem uma atmosfera composta de 96% de dióxido de carbono e pressão de superfície 92 vezes maior que a da Terra. A descoberta foi feita usando o telescópio James Clerk Maxwell, no Havaí, e o telescópio Atacama, no Chile, por uma equipe de cientistas da Universidade de Manchester, Cardiff e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts – além da participação da Universidade de Kyoto.</p>
<p>
<strong>LEIA TAMBÉM: Veja imagens do retorno dos astronautas da Nasa à Terra</strong></p>

<iframe frameborder=”0″ id=”iframe-gallery” src=”/embeds/gallery/5f2804fecd77c0ca78000523″ style=” width: 790px; overflow: hidden; height: 750px;”></iframe>

Leitores On Line