Ciclone em SC: Batalhão de Ajuda Humanitária do Corpo de Bombeiros Militar atua em Garuva

Nesta semana o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) atuou na cidade de Garuva, com o Batalhão de Ajuda Humanitária (BAjH). O município foi um dos mais atingidos pelo ciclone extratropical Bomba, do dia 30 de junho, com cerca de 90% das residências afetadas, algumas com destruição total.

Após o impacto inicial, a equipe de Garuva atuou no socorro às vítimas e também na liberação das vias do município, já que havia uma grande quantidade de árvores caídas. A Força-Tarefa 03, do Batalhão de Blumenau, também foi empregada na cidade. O local teve a distribuição de energia elétrica seriamente comprometida, bem como sinal de celular e rede de internet.

Acionamento do BAjH

O Subcomandante-Geral do CBMSC, coronel Ricardo José Steil acionou o BAjH, a partir de um levantamento em conjunto com a Prefeitura Municipal de Garuva em relação às demandas. O Batalhão atuou em três áreas: distribuição de telhas para a comunidade atingida, levantamento fotográfico com drone e confecção de relatórios para a Defesa Civil.

Uma equipe de cinco bombeiros militares do BAjH foram até o município, sob o comando do Tenente Coronel Eduardo de Lima, e contaram com o suporte de 15 bombeiros comunitários do 7º Batalhão de Itajaí.

Foram montadas cinco frentes de trabalho para a distribuição de telhas à população, garantindo a entrega de mais de 12 mil unidades de telhas de fibrocimento. A operação contou com viaturas do CBMSC, caminhões da Prefeitura, Polícia Militar e empresas particulares, garantindo o alcance da meta estipulada em dois dias de missão.

Sobre o Batalhão de Ajuda Humanitária

O decreto 480, de 26 de novembro de 2015, criou e ativou o Batalhão de Ajuda Humanitária (BAjH), subordinado ao Subcomandante-Geral do CBMSC, com sede no Município de Florianópolis. Este batalhão não possui uma estrutura física específica. Os integrantes, pertencentes a quartéis da região, são empregados conforme a necessidade em situações extremas, para atendimento da população. A atuação do BAjH se dá em conjunto ou logo após as ações de socorro da Força-Tarefa do CBMSC.

O intuito de criação deste batalhão se dá pelo fato de Santa Catarina ser atingido frequentemente com eventos extremos, que em diversas vezes evoluem para desastres, com isso a corporação está sempre pronta, com equipe e recursos necessários para atender os cidadãos de forma imediata.

COM AGÊNCIAS

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line