Thursday, 06 August, 2020

JORNAL TIJUCAS

Chegamos em Alerta Vermelho: Casos não param de crescer?


COES Regional está sendo formatado para pensar estratégias com base nas necessidades da região.

As medidas protetivas contra a Covid-19 começaram precocemente no estado de Santa Catarina e nos tranquilizaram por um tempo, porém, como previsto, a doença chegou e tem crescido bastante. Em Campos Novos a procura pelo Centro de Triagem tem sido tanta que mais um médico e mais profissionais foram acionados para atuar no cuidado dos pacientes. De acordo com o último boletim, são 240 casos ativos na região da Amplasc, sendo 125 em Campos Novos. No município já foram feitas mais de mil testagens para detectar novos casos e a demanda vem aumentando significativamente. Até semana passada a região Meio Oeste, que contempla a região da Amplasc e Ammosc, não se enquadrava em situação gravíssima, mas logo entrou em situação crítica passando do patamar de Alerta Laranja (Grave) para Alerta Vermelho (Gravíssimo).

Suposições sobre os motivos deste crescimento não faltam. Alguns acreditam que deve ser devido ao descaso de pessoas que já não tomam os devidos cuidados. Outros acham que a partir do primeiro caso o vírus se espalhou e já não há mais como conter a disseminação. Não há como ter uma resposta exata do motivo deste aumento, mas as muitas reuniões sociais realizadas sem autorização podem ter contribuído para a proliferação do vírus. Pode ser que pessoas assintomáticas não testadas estejam circulando normalmente e espalhando o vírus.

Ações para promoção da saúde e prevenção serão tomadas pelos prefeitos e secretários de saúde da região e pela Comissão de Intergestores Regional (CIR) do Meio Oeste. Entre as medidas estratégicos para enfrentamento da Covid-19 está a criação de um Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes) Regional que pensara as decisões de acordo com a realidade de cada região, similar ao trabalho feito pelo Coes Estadual, conforme explicou o Secretário Executivo da Amplasc, Luciano Angonese. “A assessoria do Estado está formatando e indicando os membros do Coes Regional. Os indicados deverão ser oriundos de diversas áreas e municípios que integram a região. A estrutura e o estatuto do Coes Regional já foram definidos”. Na próxima semana é provável que haja esta definição e o órgão especial inicie o trabalho”. O Coes Regional será um braço da CIR, que atualmente atua averiguando as necessidades dos municípios, como a questão de leitos e regulações em questão de saúde. Como Amplasc e Ammoc fazem parte de uma região única de saúde as decisões são em conjunto. “Com a Pandemia a CIR criou a Coes para que seja o órgão deliberativo que defina ações regionais referente ao Covid”, completou Luciano.
A solicitação para a população é para que se protejam contra a doença e que procurem ajuda ao sentir os sintomas. “A comunidade deve reforçar a atenção e os cuidados no enfrentamento ao Covid-19, adotar o distanciamento e, de forma alguma, participar ou promover eventos que impliquem na aglomeração de pessoas.

“Pedimos às pessoas que identificarem sintomas relacionados aos sinais de gripe, os quais notem evolução, que busquem o atendimento. A gente também solicita que tenham esse cuidado, o zelo pela própria saúde, e aqueles que não precisam de acompanhante, devem ir sozinhos buscar atendimento, porque aqui têm pessoas com sintomas leves, pessoas aguardando para serem testadas e pessoas confirmadas com o Covid-19”, ressalta a Secretária de Saúde. O Centro de Triagem funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e a partir desta segunda-feira.

Enquanto o Coes Regional se alinha, as regiões em situação gravíssima devem cumprir com o decreto estabelecido pelo Governo do Estado. A partir da última segunda-feira (27), a região também passou a seguir as restrições estabelecidas válidas por 14 dias.

Restrições:

• Suspensão por 14 dias do transporte coletivo urbano municipal e intermunicipal;
• Suspensão da concentração e permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, como parques, praças e praias, a partir deste sábado. A prática de exercício físico individual está autorizada;
• Prorrogação até 7 de setembro da suspensão das aulas presenciais para todas as regiões catarinenses. A medida vale para unidades das redes públicas e privadas de ensino, municipal, estadual e federal, relacionadas à educação infantil, ensino fundamental, nível médio, educação de jovens e adultos e ensino técnico.
• Bares, poderão permanecer abertos até às 22h de segunda à sexta-feira, e aos sábados, domingos e feriados até ás 14h.
• Restaurantes será permitida permanência no ambiente interno até as 22h. Após esse horário, somente venda para retirada no local ou via delivery.

Obter novas postagens por e-mail:

Cadernos

Confira…



Fale conosco
redacao@jornaltijucas.com.br 
+554833330097

 

Leitores On Line

 

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE