Centenas de jovens se aglomeram sem máscaras em balada em SP; VÍDEO


Imagens mostram festa que aconteceu em São Vicente, no litoral paulista. Balada também gerou confusão do lado de fora, e a PM foi acionada. Vídeos de festa com jovens aglomerados foram publicados nas redes sociais
Centenas de jovens se aglomeraram em uma festa realizada em uma casa noturna em São Vicente, no litoral paulista. Imagens obtidas pelo G1 nesta terça-feira (15) mostram que, apesar da pandemia do novo coronavírus e da necessidade de distanciamento social, ninguém usava máscara. A Polícia Militar foi acionada para dispersar a aglomeração na saída do evento.
Vídeos que mostram o espaço lotado e as pessoas aglomeradas foram compartilhados pelas próprias atrações do evento em suas redes sociais. O G1 procurou o MC Paulin da Capital, que se apresentou no local e fez postagens nas redes sociais, mas foi informado pela assessoria do artista que ele não irá se posicionar sobre o evento.
A Prefeitura de São Vicente liberou a realização de eventos sociais em locais privados, mas com restrições. Dentre elas, a utilização de até 40% da capacidade do local, distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas e uso obrigatório de máscaras. Nenhuma dessas regras, segundo as imagens, foi respeitada no evento, que ocorreu no domingo (13), na Avenida Antonio Emmerich, no bairro Jardim Guassu.
Testemunhas que passaram em frente à casa noturna relataram que, antes mesmo de a festa começar, já se formava uma grande fila no lado de fora do espaço, todos aglomerados e sem máscara.
Ao G1, um dos organizadores do evento afirmou que a aglomeração aconteceu do lado de fora porque, dentro da casa noturna, só foi permitida a entrada de 40% da lotação máxima. Questionado sobre as imagens que mostram aglomeração e pessoas sem máscara dentro do espaço, ele não se posicionou.
Imagens mostram aglomeração do lado de fora de casa noturna em São Vicente, SP
Reprodução/TV Tribuna
Em nota, o 39º Batalhão de Polícia Militar do Interior (39º BPM-I) informa que, por volta da 0h30 desta segunda-feira (14), teve que intervir em ocorrência de perturbação do sossego público e desrespeito ao isolamento social.
Segundo a PM, frequentadores da casa noturna se desentenderam no ambiente interno, deslocando-se para a rua e bloqueando o trânsito, provocando vários pontos de tumulto. Como a unidade vem desenvolvendo a Operação Paz e Proteção, respeitando e fazendo cumprir as medidas protetivas decretadas, realizou ações de polícia e efetuou a dispersão.
Ainda de acordo com a corporação, em virtude das medidas fiscalizadoras caberem à prefeitura, os fatos serão comunicados pela PM por meio de relatório de inconsistências administrativas, bem como comunicados ao Ministério Público.
A PM afirma que continua com as ações policiais e solicita que a população denuncie os autores, pelo telefone 181 (disque denúncia) ou pelo 190.
Polícia Militar afirma que foi acionada e dispersou aglomeração
Reprodução/TV Tribuna
Protocolos de saúde
A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Comércio, Indústria e Negócios Portuários (Secinp), informa que não recebeu qualquer denúncia sobre a casa noturna, e que a fiscalização acontece diuturnamente, também aos fins de semana.
A administração reforça que o município segue com todas as atividades permitidas na Fase Amarela, que prevê a adoção dos protocolos de saúde, como uso obrigatório de máscara e distanciamento social.
A Secinp destaca que, conforme o Decreto nº 5.332-A, publicado no último dia 3, eventos sociais controlados podem ocorrer até às 24h. Além disso, o público dentro dos locais está limitado a 40% da capacidade máxima.
Denúncias podem ser feitas à Secinp pelo número de WhatsApp (13) 99119-0710, que funciona todos os dias e em qualquer horário. Sobre o barulho, a Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Animal (Semam) afirma que vai encaminhar uma equipe ao local, para averiguar a situação.
Imagens mostram festa lotada e pessoas aglomeradas em São Vicente, SP
Reprodução/Redes Sociais
Leitores On Line