Casal é preso suspeito de enganar vítimas prometendo rituais religiosos e cometer estupros e cárcere privado em Curitiba


Uma adolescente de 14 anos e pelo menos seis mulheres caíram no golpe do casal, que foi preso preventivamente nesta segunda-feira (20). Casal é preso por suspeita de estupro e cárcere privado
Uma adolescente de 14 anos e pelo menos seis mulheres caíram em um golpe que envolveu um pai de santo, de 29 anos, e a mulher dele, de 22, em Curitiba, no bairro Pinheirinho.
Segundo a Polícia Civil, o casal enganava as vítimas dizendo que elas participariam de rituais religiosos, mas, na verdade, eram mantidas em cárcere privado e sofriam estupros. Os dois estão presos preventivamente.
“Eu tinha que ter relação com ele pra poder salvar a vida da minha filha. E não importava, eu tinha que deixar de ver a minha filha no hospital pra ficar trabalhando. Não podia sair pra comer um lanche, mesmo passando fome, não podia sair pra comer nada, porque ele ia atrás da gente. A gente não tinha liberdade para fazer nada, tinha que viver ali”, relatou uma das vítimas.
Ainda conforme as investigações, o casal prometia para as vítimas que elas teriam proteção espiritual, saúde e recursos financeiros. Em troca, elas deveriam trabalhar para o casal.
Algumas das vítimas, ainda segundo a Polícia Civil, chegaram a ficar meses presas dentro da casa do casal.
Casal cometia abusos sexuais contra as vítimas, segundo a Polícia Civil

O delegado Rinaldo Ivanike disse que o casal deve responder pelos crimes de estelionato, cárcere privado, estupro de vulnerável, entre outros. Se forem condenados, podem cumprir de 4 a 15 anos de prisão.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.