Carcaça de baleia encalha na praia de Copacabana


O animal seria um filhote de Jubarte, segundo biólogos do Laboratório de Mamíferos Aquáticos e Bioindicadores (Maqua), da Uerj. A retirada da carcaça será feita pela Comlurb. Carcaça de baleia encalha na praia de Copacabana
Sálvio Rocha
Uma carcaça de baleia encalhou nas areias da praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, no final da manhã desta quarta-feira (16).
O animal, de aproximadamente 7 metros de comprimento, seria um filhote de Jubarte, segundo biólogos do Laboratório de Mamíferos Aquáticos e Bioindicadores (Maqua), da Uerj.
A carcaça foi encontrada em frente ao Posto 5 e despertou a curiosidade de quem passava pelo local.
Uma equipe de biólogos do Maqua, da Faculdade de Oceanografia da UERJ, coletou material do animal para estudos. Uma baleia Jubarte adulta pode chegar a medir até 16 metros e pesar mais de 30 toneladas.
A carcaça da baleia foi encontrada em frente ao Posto 5 de Copacabana
Sálvio Rocha
Segundo informações do Projeto Baleia Jubarte, essa espécie é encontrada com frequência em águas brasileiras, entre os meses de julho e novembro, quando elas procuram águas mais rasas para se reproduzirem.
Retirada
A carcaça será retirada da praia pela Comlurb. Uma equipe com dez garis e outros três funcionários chegaram ao local no começo da tarde para o serviço.
Por conta do tamanho e do peso do animal, o trabalho está sendo feito com o apoio de uma pá mecânica, dois tratores e um caminhão basculante. A carcaça será levada ao Centro de Tratamento de Resíduos CTR-Rio, em Seropédica.
Leitores On Line