CAPES nomeia novo diretor de Avaliação

Flávio Camargo integra o Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) como professor, coordenador de PPG e de área, além de ser consultor há quase 25 anos

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) nomeou Flávio Anastácio de Oliveira Camargo como diretor de Avaliação, nesta quinta-feira, 24, em publicação no Diário Oficial da União. Professor titular do Departamento de Solos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) é coordenador-geral da Área das Agrárias I e membro do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES) da CAPES.

Camargo considera a avaliação “a alma da CAPES”. Ele reconhece o grande e intenso trabalho que o espera, mas ressalta que a diretoria tem “uma equipe excelente e capacitada, além do apoio imprescindível das áreas, o empenho do CTC-ES para deliberar assuntos prioritários e a assistência da presidência”. Para o professor, sua experiência será um facilitador, principalmente tão próximo à Avaliação Quadrienal: “acredito que o meu período no CTC-ES, aprendendo com meus colegas e construindo coletivamente entendimentos e instrumentos para a avaliação, será o grande diferencial em termos de compreensão dos processos e da continuidade deles”.

O diretor destaca que “a pesquisa produzida na pós-graduação brasileira tirou o país do atraso tecnológico, social e econômico e redefiniu nossos padrões de desenvolvimento”. Ele acredita que o trabalho desenvolvido gerou a competência intelectual necessária para a liderança científica e independência tecnológica do Brasil em muitas áreas do conhecimento e de setores da economia. “Agora é necessário um novo olhar sobre as nossas pesquisas e como agregar valor ao conhecimento para que os desafios se transformem em oportunidades de crescimento e de impacto real”, conclui.

Currículo
Doutor em Ciência do Solo e mestre em Agronomia, Flávio Camargo tem pós-doutorado na Universidade da Califórnia (Riverside) e na Universidade da Flórida (Gainesville), ambas nos Estados Unidos, e atua na área de microbiologia e bioquímica do solo e da ciência forense aplicada ao ambiente.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES