Campinas tem 70,3% dos leitos de UTI Covid ocupados nesta terça-feira

Cidade conta com 361 leitos de terapia intensiva exclusivos para pacientes com coronavírus nas redes pública e particular, sendo que 254 deles estão preenchidos. Campinas (SP) está com 70,3% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid da cidade ocupados nesta terça-feira (1). São 361 leitos no total, e 254 deles estão preenchidos. Somando as vagas em unidades públicas e privadas, 107 leitos estão livres.
No Sistema Único de Saúde (SUS) municipal, dos 155 leitos de UTI disponíveis, 116 estão ocupados e 39 estão vagos. A taxa de ocupação está em 74,8%.
O SUS Estadual tem 72 leitos, divididos entre o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) e o Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Há 51 ocupados e 21 livres, resultando em uma taxa de 70,8%.
No caso do AME, a prefeitura anunciou que a unidade deixará de ser referência no atendimento em Covid-19 em setembro, para que seja reprogramada para atender especialidades.
A rede particular soma 134 leitos de UTI Covid, 15 a menos que o dia anterior. Do total, 87 estão ocupados e há 47 vagos. A taxa é de 64,9% de ocupação.

Leitores On Line