Câmara rejeita proposta de aumento da alíquota do Ipreville, em Joinville

A Câmara de Vereadores de Joinville, no Norte do Estado, rejeitou o projeto de lei que aumentaria a contribuição previdenciária dos servidores públicos municipais. A votação do texto ocorreu durante sessão do plenário desta quarta-feira (23).

Sinsej fez paralisação na segunda-feira e servidores protestaram em frente à Câmara contra o projeto – Foto: Divulgação/ND

O projeto, de autoria do executivo e que foi encaminhado à Câmara em fevereiro, aumentava a contribuição de 11% para 14%, como forma de atender à Reforma da Previdência de 2019. Ele já havia sido rejeitado no parecer da Comissão de Legislação, que analisou a proposta na segunda-feira (21).

Na ocasião, o relator do projeto, vereador Richard Harrison (MDB) alegou que o projeto “pode ser legal”, mas ele “não é moral”.  Além disso, outros parlamentares argumentaram que o aumento da alíquota iria afetar em uma proporção muito maior os servidores que ganham um salário menor.

Ao fim da votação, o texto, que foi alvo de protestos por parte dos servidores, foi rejeitado por 16 votos a um.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line