Câmara adia reunião para decidir se caso Flordelis vai ao Conselho de Ética

Foi adiada a reunião dos integrantes da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados que estava marcada para as 10h desta 3ª feira (27.out.2020). O encontro deveria decidir se o pedido de cassação do mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ) será enviado ao Conselho de Ética. O encontro agora será na 4ª feira (28.out.2020). O Poder360 procurou a Câmara para saber o motivo do adiamento, mas a informação não foi divulgada. O horário também não foi informado.

A deputada Flordelis é acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, morto a tiros em junho de 2019, em Niterói (RJ). Ela diz ser inocente.

Flordelis é ré junto aos 7 filhos e a uma neta. Ela está sendo monitorada por uma tornozeleira eletrônica desde 8 de setembro, por ordem da juíza Nearis dos Santos de Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói.

A reunião da direção da Câmara vai ser realizada na residência oficial do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em Brasília. A Mesa Diretora é formada por Maia, 6 integrantes titulares e 4 suplentes.

Os deputados vão analisar e votar o parecer do corregedor da Câmara, deputado Paulo Bengtson (PTB-PA). Em 1º de outubro, Bengtson recomendou que o processo disciplinar contra Flordelis siga para o Conselho de Ética da Casa. Ele concluiu que a deputada não apresentou provas de que ela não violou a regra do decoro parlamentar.

Para o parecer ser aprovado, é necessária maioria simples na votação da Mesa Diretora. Caso o grupo dê seguimento, abre-se o processo no Conselho de Ética, onde haverá 1 novo relator que analisará o caso pela perda ou não do mandato de Flordelis.


Esta reportagem foi atualiza às 12h09 de 27 de outubro para atualizar a informação sobre a realização da reunião da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line