Brasil registra 381 novas mortes por Covid-19; menor número em uma semana

O Ministério da Saúde informou nessa segunda-feira (14) os números da Covid-19 no país. Segundo a pasta, nas últimas 24 horas foram contabilizadas 381 mortes (menor número desde 07 de setembro quando o país registrou 310) e 15.155 novos casos; no total o Brasil soma 132.006 óbitos e 4.345.610 casos confirmados. A contagem costuma ser baixa nas segundas-feiras por causa da defasagem do fim de semana. De todos os casos, 3.613.184 pessoas já se recuperaram da doença, enquanto outras 600.420 continuam em acompanhamento médico. O Estado de São Paulo ainda é o primeiro entre os mais infectados com 893.349 casos e 32.642 mortes. Segundo o governador João Doria, houve uma queda de 8% nas mortes entre os dias 6 e 12 de setembro em relação ao período entre os dias 30 de agosto e 5 de setembro.

O governador ainda anunciou nessa segunda que fechou mais uma etapa na arrecadação de fundos para a fábrica que vai produzir as doses da CoronaVac, a potencial vacina contra a Covid-19 que está sendo testada pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Até o momento, o governo paulista á recebeu R$ 97 milhões em doações privadas em dinheiro, sem contrapartida. A meta é de R$ 160 milhões. As obras serão iniciadas imediatamente. Quanto à vacina do consórcio AstraZeneca/Oxford, o diretor-presidente da AnvisaAntonio Barra Torres, disse que a paralisação dos testes, que já foram retomados após uma intercorrência no Reino Unido, não vai atrapalhar o cronograma do governo federal. “Foi uma parada rápida, o sistema funcionou prontamente, a análise do caso foi conclusiva e com rapidez. Acredito que o planejamento, em termos de prazo, não deva sofrer atraso significativo”, disse. Ele também afirmou esperar uma vacina para os primeiros meses de 2021, mas evitou falar em datas.

Leitores On Line