Brasil é vítima de campanha de desinformação sobre Amazônia e Pantanal, diz Bolsonaro na ONU

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em discurso na Assembleia Geral da ONU, nesta terça-feira (22), que o Brasil é “vítima de uma das mais brutais campanhas de desinformação sobre Amazônia e Pantanal”, em relação a informações sobre desmatamento ilegal e queimadas nas áreas. Segundo Bolsonaro, há um movimento para descreditar o Brasil porque o país está se tornando o líder mundial em produção de alimentos, e a “campanha” é “escorada em interesses escusos” e tem o apoio de associações brasileiras que querem “prejudicar o governo”. “Mantenho política de tolerância zero com crime ambiental”, garantiu o presidente.

O Brasil abre a Assembleia Geral da ONU desde 1947, na segunda vez que o evento foi realizado. A tradição começou com o então ministro de Relações Exteriores, Oswaldo Aranha, que foi eleito para fazer o primeiro discurso. Desde então, os representantes brasileiros são os primeiros a falar nas reuniões das Nações Unidas. Esta foi a segunda vez que o presidente Jair Bolsonaro discursou na Assembleia: no ano passado, ele abriu o evento pela primeira vez, no primeiro ano como presidente da República.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line