Brasil e Paraguai restabelecem comércio em 3 pontos da fronteira terrestre com PR e MS


Compradores poderão frequentar seis centros de logística em cidades na fronteira terrestre; viagens de turismo entre os dois países seguem suspensas. Caminhoneiros brasileiros cruzam a Ponte Internacional da Amizade na fronteira com o Paraguai
RPC Foz do Iguaçu/Reprodução
aOs governos do Brasil e do Paraguai restabeleceram nesta quarta-feira (16) o comércio em três pontos da fronteira terrestre com os estados de Mato Grosso do Sul e Paraná. O tráfego de pessoas entre os dois países permanece suspenso
Os governos do Brasil e do Paraguai restabeleceram nesta quarta-feira (16) o comércio em três pontos da fronteira terrestre com os estados de Mato Grosso do Sul e Paraná. O turismo entre os dois países permanece suspenso desde março para evitar a propagação do novo coronavírus.
O que está autorizado, a partir desta quarta, é a circulação de compradores em seis Centros Logísticos de Comércio Fronteiriço, que devem ser construídos em cada uma das cidades que fazem fronteira entre os dois países:
Ciudad del Este e Foz do Iguaçu (PR);
Pedro Juan Caballero e Ponta Porã (MS);
Salto de Guaira e Mundo Novo (MS),
“O acordo tem como objetivo implementar uma modalidade de comércio que permita contribuir com a reactivação econômica das cidades da fronteira no contexto das restrições à mobilidade transnacional impostas pelo combate à Covid -19”, disse em nota o Ministério de Relações Exteriores do Paraguai.
Segundo o acordo feito entre os dois países, serão construídos centros de compras dentro da área de alfândega de cada um dos postos de fronteira. Os viajantes terão autorização de entrada nos dois países apenas para a compra e retirada das mercadorias, e não poderão ficar.
“Estes Centros Logísticos de Comércio Fronteiriço cumprirão estritamente com todos os protocolos sanitários estabelecidos em cada país”, diz o acordo de entendimento bilateral que prevê a manutenção desta forma de negócio enquanto as fronteiras estiverem fechadas.
O vírus também viaja
Movimentação de passageiros no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, Grande São Paulo, no dia 7 de agosto.
Fepesil/Estadão Conteúdo
A diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Carissa Etienne, alertou nesta quarta-feira para o aumento da transmissão do novo coronavírus com a reabertura das economias e das fronteiras nas Américas.
Etienne pediu cautela principalmente às pessoas que fazem viagens internacionais neste momento. “Quando as pessoas viajam, viaja também o vírus”, alertou.
A Opas disse que, com as reaberturas e a maior circulação, medidas como distanciamento social, lavagem das mãos e uso de máscaras devem ser reforçadas. Segundo a Organização, na semana passada, as Américas alcançaram mais de meio milhão de mortes e quase 1️5 milhão de casos.
VÍDEOS: Notícias sobre a Covid-19
Initial plugin text
Leitores On Line