Bombardeiros russos conduzem exercícios após detecção de aviões de reconhecimento no Ártico

Bombardeiro supersônico Tu-22M3 (foto de arquivo)

Na região de Murmansk, tripulações de bombardeiros de longo alcance Tu-22M3 realizaram lançamentos práticos de mísseis. Os exercícios táticos de voo envolveram tripulações da aviação de longo alcance e ocorreram na base de um regimento aéreo misto.

No âmbito dos treinamentos, os pilotos realizaram tarefas de vigilância aérea sobre o mar de Barents. Além disso, foram conduzidos lançamentos de mísseis contra diversos alvos.

“Estas atividades foram realizadas em conformidade com o plano de treinamento militar […] As tripulações executaram com sucesso lançamentos de mísseis contra alvos pré-determinados. [Após concluir a missão] todos os pilotos aterrissaram no aeródromo de baseamento sem quaisquer falhas”, sublinhou o comandante do regimento de aviação de longo alcance, coronel Vadim Beloslyudtsev.

No total dos exercícios participaram até 10 aeronaves Tu-22M3 e cerca de 20 veículos e equipamentos especiais.

Ontem (17), caças russos da Frota do Norte interceptaram um avião de reconhecimento P-3C Orion da Força Aérea da Noruega no mar de Barents.

Com Agências