Bolsonaro participa de evento em comemoração ao 7 de Setembro

O presidente Jair Bolsonaro participou na manhã desta 2ª feira (7.set.2020) da solenidade em homenagem ao Dia da Independência. O evento foi realizado à frente do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência.

Por causa da pandemia da covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus), não houve o tradicional desfile de 7 de Setembro. No entanto, cerca de 1.000 apoiadores se aglomeraram no local, debaixo do sol, numa área separada da imprensa.

Houve 1 hasteamento simbólico da bandeira nacional e uma apresentação de manobras da “Esquadrilha da Fumaça”, como é conhecido 1 grupo de pilotos da Força Aérea Brasileira que faz acrobacias com as aeronaves.

Bolsonaro embarcou no Rolls-Royce da Presidência às 9h55. Percorreu o trajeto até a área externa do Alvorada com a capota aberta e cercado por crianças. Cavaleiros dos Dragões da Independência, do Exército, acompanharam o carro.

A cerimônia começou às 10h. Antes disso, por volta das 9h30, começaram a chegar algumas autoridades. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, foi uma das primeiras.

Curada da covid-19, Michelle cumprimentou apoiadores com as mãos. O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), recém-curado da covid-19, e o deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ) fizeram o mesmo. Eles também posaram para fotos.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não compareceu à cerimônia. O ministro Paulo Guedes (Economia) proibiu a equipe econômica de conversar com Maia.

Maia e Guedes trocam farpas há meses. Os 2 chegaram a almoçar juntos por intermédio do ministro Fábio Faria (Comunicações), mas a relação voltou a piorar, num momento de apresentação das reformas administrativa e tributária.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, estiveram no evento. Ficaram ao lado do vice-presidente Hamilton Mourão.

A GloboNews e a Globo não transmitiram a cerimônia.