Bolsonaro nega congelar aposentadoria e irá manter o Bolsa Família

Numa manifestação em rede social na manhã desta terça-feira, Jair Bolsonaro reagiu a manchetes de alguns jornais e negou que irá congelar aposentadorias e reduzir benefícios para pessoas pobres com deficiência.

A informação teria partido do Ministério da Economia.

Bolsonaro afirmou que quem propôs algo desse tipo, e reconheceu que foi de alguém do governo, merece ser demitido. Usou a metáfora do futebol.

“Quem, por ventura, vier a propor para mim uma medida como essa só posso dar um cartão vermelho para essa pessoa. É gente que não tem um mínimo de coração, um mínimo de entendimento de como vivem os aposentados no Brasil”, disse Bolsonaro.

Continua após a publicidade

“Pode ser que alguém da equipe econômica tenha falado sobre esse assunto, mas por parte do governo jamais vamos congelar salários de aposentados”.

O presidente anunciou ainda que o Bolsa Família será mantido, com esse nome, até o final de seu mandato.

“Está proibido falar a palavra Renda Brasil”, disse ele, sobre o programa novo que vinha sendo estudado.

 

Leitores On Line