Presidente nacional do PTB Roberto Jeffersondisse a um correligionário, em um áudio de WhatsApp obtido pelo GLOBO, que Jair Bolsonaro, hoje sem partido, está “muito inclinado” a ir para a legenda. Na gravação, Jefferson dá a informação para motivar o ex-vereador Marcos Medeiros, que não conseguiu se reeleger em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, a disputar novamente o pleito em novembro deste ano.

“Marquinhos, vou te ajudar, meu irmão. O presidente ficou muito inclinado a vir para o PTB. Penso que ele vem. Agora, (sobre) o outro assunto que você me fala, vou te ajudar, sim, a recuperar o mandato. Você merece, Marquinhos”, disse Jefferson, que é investigado no inquérito que apura disseminação de fake news, em andamento no Supremo Tribunal Federal.

Procurada, a filha de Roberto Jefferson e ex-deputada federal, Cristiane Brasil, pré-candidata à Prefeitura do Rio, confirmou a autenticidade do áudio.

“Os grupos mais conservadores do PSL entraram en conflito com (os advogados) Karina Kufa e Admar Gonzaga e se dizem enganados. Porque a criação do (partido) Aliança Pelo Brasil não está sendo tão simples como foi vendida para os parlamentares. Ao mesmo tempo, a relação do presidente Bolsonaro com o Jefferson sempre foi boa. Há ministros que, depois da conversa no Planalto, apoiam a adesão ao PTB. Além disso, dirigentes do PSL dizem que não liberam seus deputados para o Aliança, mas que liberariam para o PTB, por conta da boa relação que temos”, disse ela, afirmando que, na legenda, bolsonaristas poderiam “pleitear comissões e ter protagonismo”.

Procurado, o Planalto preferiu não comentar.