Bolsas da Europa fecham no positivo com expectativa sobre vacinas

Investidores também esperam decisão de cúpula sobre um fundo de recuperação da União Europeia. As bolsas da Europa fecharam com viés positivo, impulsionadas pela esperança de novos estímulos fiscais da União Europeia (UE), com os investidores monitorando a cúpula arrastada dos líderes europeus.
Após ajustes, o índice pan-europeu Stoxx Europe 600 fechou em alta de 0,75%, a 375,51 pontos. O FTSE 100, de Londres, recuou 0,46%, a 6.261,52 pontos, na contramão de seus pares.
O DAX, índice de referência de Frankfurt, subiu 0,99%, a 13.046,92 pontos, o CAC 40, de Paris, avançou 0,47%, a 5.093,18 pontos. Em Milão, o FTSE MIB avançou 0,99%, a 20.621,48 pontos, enquanto o IBEX 35, de Madri, subiu 0,51%, a 7.478,00 pontos.
União Europeia busca saída para impasse sobre recuperação econômica
A atenção está em Bruxelas, onde uma reunião de dois dias dos líderes europeus se transformou em quatro. As apurações sugerem que os líderes podem concordar em US$ 390 bilhões em doações a um fundo de recuperação que pode juntar, no total, entre US$ 700 a US$ 750 bilhões.
Tal pacote de recuperação incluiria o orçamento de 1 trilhão de euros e um fundo de até 750 bilhões de euros para os países mais afetados do sul do continente, como Itália, Espanha e Grécia. Até o momento ainda não está acertado o tamanho do plano final, quanto dele deveria estar disponível em doações e outras condições relevantes.
Além da esperança sobre a aprovação do fundo de recuperação, o humor dos investidores recebeu suporte também de notícias sobre testes de vacinas e remédios contra o coronavírus.
Países da União Europeia tentam chegar à consenso sobre pacote de ajuda aos países
Mais cedo, um pesquisador disse que a vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford, em parceria com a AstraZeneca, também induziu uma resposta promissora em testes clínicos. O relatório oficial do estudo deve ser divulgado ainda hoje. A ação da farmacêutica fechou em alta de 1,45%.
Nos EUA, a ação da BioNTech opera em alta de 1,1% e a da Pfizer sobe 0,5% depois que as companhias reportaram que uma vacina experimental desenvolvida por elas apresentou uma resposta imunológica em um teste clínico realizado na Alemanha.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.