Bolsas da Europa encerram em alta com esperanças de vacina


Vacina desenvolvida por BioNTech e Pfizer para a Covid-19 mostrou potencial em testes em humanos. As esperanças de uma vacina contra a Covid-19 ajudaram as ações europeias a sair do território negativo nesta quarta-feira (1º), depois que os temores em torno de um Brexit sem acordo e as preocupações relacionadas ao fundo de recuperação da União Europeia pesaram sobre o sentimento.
Encerrando uma sessão volátil, o índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,2%, com os índices em Paris, Milão e Londres caindo cerca de 0,2%.
Bolsa de Frankfurt, na Alemanha; índice DAX caiu 0,56% nesta quinta

Os mercados receberam um estímulo em razão de que a vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela Pfizer Inc. e pela empresa alemã de biotecnologia BioNTech, mostrou-se promissora e foi considerada bem tolerada no estágio inicial dos testes em humanos.
Uma série de pesquisas empresariais divulgadas mais cedo mostrou amplas melhorias nos dados de produção na Europa e na Ásia à medida que as economias se abrem, com o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) da zona do euro aproximando-se da marca de 50 em junho que separa o crescimento da contração.
A melhora dos dados econômicos nos Estados Unidos também sustentou o sentimento.
“As notícias da vacina contra o coronavírus, juntamente com os dados do ADP, estão agindo como catalisadores positivos, melhorando o sentimento dos investidores”, disse Stephane Ekolo, estrategista da TFS Derivatives.
Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,19%, a 6.157 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,41%, a 12.260 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,18%, a 4.926 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,23%, a 19.330 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,06%, a 7.227 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,89%, a 4.351 pontos.

COM AGÊNCIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.