Boletim analisa crescimento de casos de Covid-19 em SC

O Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou nesta segunda-feira, 3 de agosto, uma nova edição do Boletim Covid-19 em SC, intitulada Crianças e adolescentes têm os maiores aumentos de casos no mês de julho. Lauro Mattei, professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais e coordenador do Necat, aborda mais uma vez o agravamento da doença em Santa Catarina e o crescimento de positivados desde a última semana, traçando uma análise também sobre o avanço dentro de diferentes grupos subdivididos por idade e sexo.

O texto aponta que, entre 2 e 30 de julho, houve um crescimento de 182% dos casos de Covid-19. A faixa das crianças (0 a 9 anos) teve aumento de 206%, enquanto os jovens (10 a 19 anos) tiveram 204% de crescimento. Esses percentuais foram superados somente pelas faixas de 60-69, que cresceu 207%, e 70-79 (210%). As informações consideradas no boletim indicam que o nível de expansão da doença no estado de Santa Catarina deverá continuar no mesmo ritmo nas próximas semanas, o que significa que a curva de contaminação ainda não atingiu seu pico.

Todos os boletins do Necat sobre a Covid-19 estão disponíveis no site do Núcleo.

Leitores On Line