Autoridades sanitárias britânicas reconhecem que coronavírus “não está sob controle”

As autoridades de saúde britânicas reconheceram nesta quarta-feira (30) que a taxa de infecção “não está sob controle” no Reino Unido, à medida que a segunda onda do novo coronavírus continua aumentando.

“As coisas estão indo mal”, alertou o consultor científico do governo, Patrick Vallance, em entrevista coletiva em Downing Street.

A taxa de infecção continua aumentando e “não está sob controle no momento”, reconheceu.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, pediu aos britânicos “paciência” e “juízo” em uma coletiva de imprensa e advertiu que o governo não hesitará em tomar medidas mais drásticas.

Johnson evitou nesta quarta-feira uma verdadeira rebelião dentro de seu próprio campo conservador.

Cinquenta parlamentares conservadores ameaçaram apoiar uma moção exigindo que os deputados tenham voz sobre as medidas tomadas pelo governo para conter a disseminação do covid-19, acusando o Executivo de governar “por decreto”.

“Temos um longo inverno pela frente”, advertiu o médico-chefe para a Inglaterra, Chris Witty, que enfatizou que o número de hospitalizações, incluindo tratamento intensivo, “não está no caminho certo”.

O Reino Unido é o país mais afetado da Europa, com 42.143 mortes (+71) e nesta quarta-feira registrou 7.108 novos casos, o que coloca o número total de casos positivos em 453.264.

Com a pandemia, em março passado foi decretado um bloqueio nacional, que foi gradualmente suspenso durante o verão (boreal).

No entanto, novas restrições foram introduzidas nas últimas semanas, devido ao aumento do número de infectados.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line