Austrália registra ‘encalhe em massa’ de mais de 450 baleias na Tasmânia

Desde segunda-feira (21) as autoridades da Tasmânia, ilha próxima da costa sul da Austrália, vêm trabalhando para salvar centenas de baleias que encalharam na costa oeste do estado. De acordo com o Serviço de Parques e Vida Selvagem da Tasmânia (PWS), foram encontradas 270 baleias-piloto na área de Strahan e, nessa quarta, outras 200 ao sul do porto de Macquarie. Esse segundo grupo afastado de onde foi encontrado o primeiro. “Do ar, a maioria das baleias adicionais detectadas parecem mortas, mas um barco foi até lá esta manhã para fazer uma avaliação da água. Acreditamos que o grupo foi detectado agora por uma série de razões – uma é que eles estão de sete a dez quilômetros de distância, então é uma boa distância de onde estivemos trabalhando e não necessariamente um local que seja óbvio para um encalhe”, explicou o gerente regional do  PWS, Nic Deka.

Em nota divulgada pelo governo, o biólogo do Programa Marinho e de Conservação, Dr. Kris Carlyon, disse que esse é o maior encalhe registrado na Tasmânia. “Globalmente, tem havido alguns eventos muito maiores do que este, com o dobro do tamanho ou mais para exemplo na Nova Zelândia. Na Tasmânia, este é o maior que registramos, mas pouco podemos fazer para evitar que isso aconteça no futuro”, comentou. Ao todo, 380 baleias já foram dadas como mortas e as equipes de resgate só conseguiram salvar 50 animais até o fim desta quarta-feira. Voluntários e autoridades trabalham no salvamento.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line