Asilo de Lajeado faz festa para comemorar fim de surto de coronavírus entre idosos

asilo-de-lajeado-faz-festa-para-comemorar-fim-de-surto-de-coronavirus-entre-idosos


Local teve 35 pessoas diagnosticadas com Covid-19. Dois residentes morreram. Sem casos novos há mais de 14 dias, residencial geriátrico considera surto encerrado. Alana levou balões e bolo para celebrar o fim do surto
Arquivo Pessoal
O Residencial Geriátrico Aliança, de Lajeado, no Vale do Taquari, passou o fim de semana em festa para comemorar o fim do surto de Covid-19 entre os idosos. Após 25 residentes e 10 funcionários serem infectados, eles celebraram os 14 dias sem novos casos. Dois morreram.
Os casos foram confirmados no dia 21 de agosto, dois dias após um paciente ter os primeiros sintomas. No entanto, a proprietária do lar, Alana Auler, acredita que desde 10 de agosto o vírus estivesse circulando no ambiente.
“O paciente foi para o hospital porque tava pálido. Tinha uma mancha no pulmão, mas que seria uma fibrose antiga. Depois que veio o exame e confirmou”, conta.
Veja os casos de coronavírus em Lajeado
O lar tem 29 idosos de até 95 anos. A mais velha, inclusive, também foi diagnosticada com Covid-19, mas se recuperou. Quatro não tiveram diagnóstico positivo.
Os funcionários foram afastados para fazer a quarentena em casa, e apenas duas trabalhadoras terceirizadas cumpriram os serviços diários junto aos proprietários.
Initial plugin text
De acordo com Alana, a equipe decidiu conversar com os familiares para saber se contariam aos residentes sobre o surto. A maioria optou por omitir, segundo ela. Apenas dois idosos, suspeitando a movimentação no lar, receberam a notícia.
“Quando aconteceu, a gente não falou a eles, porque tinham que, quem pegasse, morria. Alguns ficariam só com aquilo, sofrendo por antecedência. No dia da festa, ficaram sabendo”, diz.
O isolamento e a ausência de visita de familiares foram supridos por música e outras atividades interativas, diz Alana. A presença do médico se tornou diária. A distração, para ela, ajudou a compensar o momento difícil.
“O angustiante era saber que as famílias deram confiança e, por uma falha, aconteceu. Mas os familiares ficaram tranquilos”, afirma.
Com o fim do surto, atestado por exames negativos na sexta-feira (4), o lar decidiu fazer uma festa com doces, salgados e balões entre os residentes.
Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19
Initial plugin text

Leitores On Line