Após reformas, Justiça suspende interdição da cadeia de Avaí

Ação apontava que unidade deveria ser interditada para garantir adequadas condições de higiene, saúde e segurança aos detentos e funcionários. O Tribunal de Justiça (TJ) suspendeu na segunda-feira (14) o cumprimento da liminar que determinava a interdição da cadeia de Avaí (SP), em atendimento a uma ação civil proposta pela Defensoria Pública do Estado.
A ação apontava que a unidade deveria ser interditada ou condenada, com a obrigação de realizar obras para garantir adequadas condições de higiene, saúde e segurança aos detentos e funcionários.
De acordo com a decisão, o cumprimento foi suspenso considerando as reformas emergenciais que já foram realizadas ou estão em andamento na cadeia. Segundo o TJ, os reparos feitos incluem reforma da caixa d’água, aquisição de extintores de incêndio, colchões com capa térmica e termômetros para aferição de temperatura dos detentos.
Além disso, o TJ citou a existência de um processo licitatório para ampla reforma na unidade e a falta de lugar para transferir os detentos neste período de interdição.
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília
Leitores On Line