Após rebelião, Receita Federal volta atrás e adia volta ao trabalho presencial

A Secretaria de Gestão Corporativa da Receita Federal voltou atrás e decidiu adiar o retorno ao trabalho presencial de auditores fiscais em home office. Em comunicado enviado na sexta (28), o órgão determinava a volta aos escritórios a partir desta terça (1) para servidores fora do grupo de risco.

A ordem provocou uma rebelião interna, com servidores alegando que a produtividade aumentou na pandemia. A secretaria então decidiu rever, agora, chefes deverão enviar um planejamento para a volta ao trabalho.

VEJA OS TEMAS ABORDADOS PELA COLUNA NESTA QUINTA (3)

  1. Governo Bolsonaro afrouxa trava de Guedes e libera concursos para cargos vagos em meio a corte de gastos

  2. Após rebelião, Receita Federal volta atrás e adia volta ao trabalho presencial

  3. Entidades dos EUA e Brasil enviam carta a Romeu Zema contra despejo de famílias do Quilombo Campo Grande

  4. Organizações sociais de saúde vão ao STF contra medida que veem como obstáculo ao aborto legal

  5. Para dar recado a Doria, tucano presidente da Assembleia avisa que não vai a reunião com governador

  6. PSOL aciona TCU para apurar compras do Ministério da Defesa e da PF de imagens de satélite

Painel

Editado por Camila Mattoso, espaço traz notícias e bastidores da política. Com Mariana Carneiro, Guilherme Seto e Carolina Linhares.


Tópicos relacionados

  • coronavírus
  • economia
  • Jair Bolsonaro
  • ministério da fazenda
  • paulo guedes

  • Veja outros artigos desse colunista

  • Envie sua notícia

  • Erramos?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Termos e condições

Todos os comentários
Comente*

* Apenas para assinantes da Folha

Leitores On Line