Após paciente sofrer lesão, falso médico é alvo de ação do CRM por exercício ilegal da profissão


Mizael Saboia foi denunciado por uma paciente após um procedimento. CRM-AC diz que suspeito é formado no exterior e não tem autorização para trabalhar. CRM recebeu denúncia de paciente contra falso médico e acionou o MP-AC

Mizael Ribeiro Saboia foi denunciado por uma paciente ao Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) por exercício ilegal da profissão. Segundo o CRM-AC, ele se apresenta como cirurgião plástico, mas não tem registro e autorização para trabalhar.
Com a denúncia, o Conselho encaminhou um ofício para o Ministério Público do Acre (MP-AC), na quinta-feira (9), para que as providências sejam tomadas. O suspeito é formado em uma faculdade de medicina fora do Brasil e tem autorização para atuar no país, segundo o CRM-AC.
O G1 tentou contato com Saboia, mas não obteve retorno até a última atualização desta matéria.
A mulher denunciou o caso após sofrer lesões graves em um procedimento no mês de abril. Ela fez um exame de corpo de delito em maio para constatação das lesões. O caso também foi registrado na Delegacia de Polícia Civil da 1ª Regional, da capital acreana.
Ainda segundo o CRM-AC, Saboia já responde processo na 2ª Vara Criminal de Rio Branco desde 2016, quando já se apresentava como médico. Contudo, o processo estaria suspenso desde maio do ano passado.
O Conselho informou também que foi informado que outros pacientes teriam ficado com lesões após atendimento com o falso médico.

COM AGÊNCIAS

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line