cesta básica

.cls-1{fill:none;}.cls-2{clip-path:url(#clip-path);}

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Supermercados reclamam do encarecimento de alimentos e tentam negociar o assunto com governo; exportações e dólar afetam valores

Nesta quinta-feira (3), grupos de associações de supermercados divulgaram notas apontando alta de preço
de itens da cesta básica.
O aumento supera 20%
 em 12 meses em produtos como óleo de soja, leite, arroz e feijão.

Leia também

  • Auxílio emergencial: veja quem pode perder parcelas de R$ 300 pelas novas regras
  • Procon-SP aplicou R$ 28,5 milhões em multas por preços abusivos
  • Petrobras baixa os preços da Gasolina e do diesel a partir desta quinta (3)

Os supermercados veem que a alta de preços
tem se acelerado recentemente, e que isso se deve ao efeito do câmbio (dólar) sobre o aumento das exportações, diminuição das importações desses itens, além do crescimento da demanda brasileira sobre a cesta básica – fato impulsionado pelo  auxílio emergencial.

Os supermercadistas têm buscado diálogo com o governo para solucionar o problema, propondo, por exemplo, a retirada de tarifas
de importação de produtos.

Até o mês de julho, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA,
que mede preços no Brasil), acumula alta geral de 2,31% em 12 meses. Porém, no mesmo período, a parte de alimentação e bebidas já subiu 7,61%.

“O setor supermercadista tem sofrido forte pressão de aumento nos preços de forma generalizada repassados pelas indústrias e fornecedores. A Abras (Associação Brasileira de Supermercados), que representa as 27 associações estaduais afiliadas, vê essa conjuntura com muita preocupação”, expressou a associação em nota.

“Reconhecemos o importante papel que o setor agrícola e suas exportações têm desempenhado na economia brasileira. Mas alertamos para o desequilíbrio entre a oferta e a demanda no mercado interno para evitar transtornos no abastecimento da população, principalmente em momento de pandemia”, afirmou a Abras.

Ronaldo dos Santos, presidente da Apas (Associação Paulista de Supermercados), disse em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que o setor tem buscado falar do tema com o governo.

“Entendemos que estamos sob um regime de livre mercado, os produtores precificam
de acordo com o mercado internacional e a exportação é livre. Mas pedimos para que o governo olhasse para a taxa de importação para itens básicos como o arroz, para talvez conter um pouco a alta de preços interna”, afirmou Santos ao jornal.

O grupo de produtos formado por arroz, farinha de trigo, açúcar refinado, açúcar cristal, frango em pedações, carne bovina, carne suína e óleo de soja acumula alta de 28,98% no atacado em 12 meses até agosto. Enquanto isso, ao consumidor, essa mesma cesta subiu 23,8% em 12 meses.

A desvalorização do real em relação ao dólar
impacta os preços da cesta básica.

Isso porque os alimentos de cesta básica
são negociados em bolsa. Com a desvalorização do real, alta do dólar, há uma demanda maior no mercado internacional por produtos brasileiros. Essa alta demanda externa é o que é bom para a balança comercial, para exportações do Brasil, porém gera desabastecimento no mercado doméstico, aumentando  preços
para os brasileiros.

    Leia tudo sobre:

    div#taboola-below-article-thumbnails{padding-top: 20px;}.ig-taboola{padding: 0 0px;}.ig-taboola .trc_rbox_border_elm{margin-top: 5px !important;}.ig-taboola .trc_rbox_border_elm .trc_rbox_header_span{border-bottom: 4px solid;}.ig-taboola .trc_rbox_border_elm .trc_rbox_header_span:after{content: “”;position: absolute;display: block;border-bottom: 1px solid;margin-top: 2px;width: 100%;}.iG_componente_taboola_containerTitulo{margin-bottom: 2.2rem;position: relative;}.iG_componente_taboola_containerTitulo .iG_componente_taboola_containerTitulo_title{font-size: 3.18rem;color: #000;text-transform: uppercase;font-weight: 300;border-top: 8px solid #000;padding-top: 8px;width: max-content;}.iG_componente_taboola_containerTitulo .iG_componente_taboola_containerTitulo_title::before{content: “”;display: block;border-top: 1px solid #d4d4d4;position: absolute;width: 100%;top: 0;}

    Veja Também

    window._taboola = window._taboola || [];_taboola.push({mode: ‘organic-thumbs-feed-02-mp’,container: ‘taboola-most-popular-thumbnails’,placement: ‘Most Popular Thumbnails’,target_type: ‘mix’});

    window._taboola = window._taboola || [];_taboola.push({mode: ‘thumbnails-b’,container: ‘taboola-below-article-thumbnails’,placement: ‘Below Article Thumbnails’,target_type: ‘mix’});

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      carregando

      Comentários

      if (/saudebucal/gi.test(window.igChannel) === false){if(document.querySelector(‘meta[name=”iG-noticia-comentarios”]’).content == ‘true’){document.write(‘loading‘);var dataHref = location.href.split(‘?’)[0];document.querySelector(‘#widget-comments’).innerHTML += ‘

      ‘;var checkFBCommentsLoaded = setInterval(function(){if(document.querySelector(‘.fb-comments’).getAttribute(‘fb-xfbml-state’) == ‘rendered’){document.querySelector(‘.fb-comments-loading’).remove();clearInterval(checkFBCommentsLoaded);}}, 100);}}