Alagoas supera meta do Ideb para o ensino fundamental novamente, mas ensino médio não atinge nível esperado desde 2011


Dados mostram que o estado teve um dos maiores avanços do país nos anos iniciais (1º ao 5º anos) em todas as edições do Ideb. Índice considera redes pública e privada. Considerando o desempenho das redes pública e privada, Alagoas ultrapassou a meta do Ideb para os anos iniciais e finais do ensino fundamental
SVM
O resultado do Ideb 2019, que avalia o desenvolvimento da educação básica no país, mostrou que Alagoas superou mais uma vez a meta para o ensino fundamental nos anos iniciais (1º ao 5º anos) e nos anos finais (6º ao 9º anos). A informação foi divulgada nesta terça-feira (15).
Contudo, o mesmo levantamento revelou que o índice de Alagoas no ensino médio ficou abaixo do esperado (3,9, quando a projeção para o ano era 4,6). A última vez que o estado atingiu a meta para o ensino médio foi em 2009.
Ideb é sigla para Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC).
Os índices consideram as redes pública e privada de ensino. Para os anos iniciais, o estado alcançou 5,6, quando a meta era 4,5. Já em relação aos anos finais do ensino fundamental, a meta era de 4,2 e o conseguiu índice 4,7.
Ao lado do Ceará, Alagoas se destaca com um dos maiores avanços do país em relação aos anos iniciais do ensino fundamental, superando a meta desde que o índice foi criado em 2005, com edição a cada dois anos.
Considerando os anos finais do ensino fundamental, é a segunda vez seguida que o estado supera a projeção para o ano.
O Brasil também atingiu a meta nas séries iniciais, mas ficou abaixo da meta para o ensino médio.
dados do ideb
Guilherme Gomes/G1
Leitores On Line