Acidentes de trânsito envolvendo postes deixam mais de 36 mil pessoas sem energia entre janeiro e agosto de 2020, em Guarapuava


Levantamento feito pela Energisa, concessionária que administra a distribuição de energia elétrica na cidade, aponta que casos cresceram 17% em relação ao ano anterior. Prejuízos chegam a R$ 152 mil por causa de danos registrados em acidentes
Eduardo Andrade/RPC Guarapuava
Acidentes de trânsito envolvendo postes de energia elétrica deixaram mais de 36 mil pessoas sem energia elétrica entre janeiro e agosto de 2020 em Guarapuava, na região central do Paraná, segundo a concessionária responsável pela distribuição do serviço na cidade.
De acordo com a Energisa, os acidentes cresceram 17% na comparação com 2019.
A empresa informou que nos oito primeiros meses deste ano registrou 27 acidentes de trânsito envolvendo postes de luz.
Por conta dos acidentes, os clientes ficaram em média duas horas e meia sem energia elétrica.
Segundo o levantamento, mais de 80% dos acidentes foram registrados no período da noite e aos fins de semana.
As batidas representaram um prejuízo de R$ 152 mil, que foram cobrados dos responsáveis pelo acidente, conforme a Energisa.
Riscos
As quedas e colisões em postes trazem riscos de choques elétricos. Quando uma situação do tipo é registrada, a empresa informou que interrompe automaticamente o fornecimento de luz.
Em caso de acidentes envolvendo postes de luz, a recomendação é aguardar a equipe responsável pelo reparo dentro do veículo, evitando tocar nas partes metálicas para evitar choques.
Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.
Leitores On Line