658 gestores maranhenses aparecem em lista de ‘ficha suja’ do TCU


O Maranhão é o estado do Brasil com mais gestores ou ex-gestores públicos nesta situação.
Heloise Hamada/G1
O Maranhão possui 658 gestores com 1.338 contas julgadas irregulares, popularmente conhecidas como “fichas sujas”, de acordo com dados o Tribunal de Contas da União (TCU). O número de contas julgadas irregulares é maior que o número de administradores, porque há gestores com mais de uma conta irregular.
O Maranhão é o estado do Brasil com mais administradores ou ex-administradores públicos nesta situação. O segundo colocado é o estado de São Paulo, com 599 gestores e 857 contas.
A entrega da relação com o nome dos quase oito mil gestores públicos de todo o Brasil que tiveram suas contas julgadas irregulares pela Corte de Contas foi feita nessa segunda-feira (15), pelo presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro José Mucio Monteiro, ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso.
A data da entrega da lista ao TSE, que originalmente acontece até o dia 15 de cada ano eleitoral, neste ano, em decorrência da pandemia de Covid-19, foi prorrogada para até o dia 26 de setembro, de acordo com a Resolução TSE 23.627/2020. Veja a lista clicando aqui.
658 gestores maranhenses aparecem na lista de ‘ficha suja’ do TCU658 gestores maranhenses aparecem na lista de ‘ficha suja’ do TCU658 gestores maranhenses aparecem na lista de ‘ficha suja’ do TCU658 gestores maranhenses aparecem na lista de ‘ficha suja’ do TCU A lista contempla todos os responsáveis que tiveram suas contas julgadas irregulares com trânsito em julgado a partir de 15/11/2012 (últimos 8 anos).
Leitores On Line