5 produtores de minimal para ficar de olho nos próximos meses

5 produtores de minimal para ficar de olho nos próximos meses

Aumenta o som e se joga!

via Assessoria de Imprensa

É, pode não parecer, mas já estamos no oitavo mês do ano, nos aproximando daquele momento em que olhamos pra trás e conseguimos fazer uma análise do que de mais especial vem acontecendo na cena eletrônica. Apesar do estado de pandemia do planeta e da bagunça que o coronavírus deixou, ainda é possível notar algumas “mudanças” ou tendências de mercado, uma delas é o crescimento – ou maior reconhecimento – de artistas ligados ao Minimal no cenário underground.

Neste contexto, estamos falando tanto do Minimal que se aproxima mais do Deep House e do Tech House, tendo como referências as gravadoras PIV, Moan, NO ART e Solid Grooves, como do Minimal ‘romeno’, que apesar de ter um público mais nichado, tem ganho espaço no mercado brasileiro também. Nesta lista, então, estamos indicados nomes que começaram suas carreiras há pouco tempo e ainda são desconhecidos aos olhos da maioria, mas pelo que estão apresentando vale a pena acompanhar as novidades.

Robin Fett

Começamos a lista com este DJ e produtor holandês bem novo, mas que já possui vários lançamentos em selos como We_R House, de Berlim, Moan Recordings, Avotre, Blind Vision e Rendr, além de um suporte de Toman. Ele tem se mantido bem ativo em 2020!

Saudade

Apesar do nome engraçado — pelo menos para nós brasileiros — Saudade é um DJ e produtor francês, mas que mantém uma relação próxima com o nosso país. No seu último lançamento pela Pont Neuf Records, ele trouxe várias referências da nossa cultura musical, homenageando o Samba, o Funk e as ondas do nosso litoral, bem bacana, vale conferir!

VNCO

Já que comentamos do Brasil, não podemos deixar de destacar alguns artistas tupiniquins nessa lista, Venâncio Cunha aka VNCO é um deles. Ele faz parte do coletivo Tech Casa, de São Luís, cidade onde cresceu e desenvolveu seu som. Hoje mora em São Paulo, local que lhe deu oportunidades como uma masterclass com Hannes Bieger ou aulas de discotecagem de vinil com DJ Magal. Recentemente lançou o single “Blue” e em breve tem mais material chegando.

Ian R.

O outro brasileiro da lista é Ian R., produtor jovem que iniciou carreira em 2018. Seu primeiro EP saiu pela Welter Records, da Romênia. Recentemente colaborou com o Duc In Altum na faixa Concreto, mas vale destacar também seus lançamentos pela Serialism, Sanguina Records, Kootz e Floor Piece.

Revivis

Por último, ficamos com Marc Revivis, artista naturalmente britânico, mas que hoje bebe da fonte musical alemã e tem entregue bons releases neste ano. Depois de um EP pela We_R House e outro pela Talman Records, ele lançou um remix pela EWax que tá bem fresh.

E você? Quem adicionaria nessa lista de nomes crescentes da cena minimal?

Leitores On Line